Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU PEDAÇO DE CHÃO


Quando pensei em criar um espaço só meu, a
primeira coisa que me veio à cabeça, foi desenvolver uma idéia que tinha em mente, algo que se relacionasse com a terra, o quintal, o jardim, o meu chão.
Este é o lugar onde piso, onde por muitos anos pisei, onde comecei a admirar as plantas, as flores, o nosso jardim no tempo do meu pai, que se dedicava muito às suas plantações, mesmo trabalhando num escritório de contabilidade, sempre na hora do almoço, quando ia em casa, regava as plantas, as flores, a roseira que envolvia nosso balanço, onde passávamos nossas folgas, brincando, eu, minha irmã e algumas amiguinhas. Não sei se isto é saudade ou apenas as boas lembranças da infância que me fizeram recordar o valor de nossa terra, do chão de onde vem o nosso sustento, portanto, nossa base da alimentação diária e que muito nos têm a oferecer. Em homenagem a esta terra, a essa lavoura, a esses trabalhadores rurais, é que plantei aqui neste espaço, neste canteiro de obras, as idéias que me vêm ao cérebro ou de outras paragens, para deleite dos meus leitores. Espero que gostem deste meu "pedacinho de chão". Obrigada! Elma do Nascimento, Rio de Janeiro, RJ. 31-07-07
*****************************
Victoria Magna
Enviado por Victoria Magna em 31/07/2007
Reeditado em 31/07/2007
Código do texto: T587465
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Victoria Magna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
329 textos (138903 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/06/19 03:32)
Victoria Magna