Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRAÇA...DE GRAÇA?

Diz a sabedoria popular que "de graça, até injeção na testa, tapa na língua e ônibus lotado". Para falar a verdade, concordo com a essência do adágio, mas discordo do sentido da palavra "graça". Este é um problema etimológico porque, infelizmente, a língua portuguesa falada no Brasil usa a palavra "graça" de várias formas: para expressar algo que nos faz rir (algo engraçado); para mostrar algo belo ou charmoso, (ele/ela é uma "gracinha") e o pior dos sentidos, para indicar que algo não tem custo, é de graça.

O sentido de graça na Bíblia é muito mais amplo e profundo. É como um oceano, impossível determinar sua riqueza e sua versatilidade, ou seja, esta graça no sentido literal não é estática, mas é "multiforme" como disse Pedro em sua primeira carta. E quando eu leio a palavra "multiforme", a primeira coisa que me vem à mente é a imagem de um caleidoscópio, com suas infinitas possibilidades coloridas, por isso não pode ser resumido em terminologias tão insignificantes e objetivas como as que foram exemplificadas.

Graça é muito mais que ganhar algo sem custo (para quem está recebendo), pelo contrário, graça implica em dizer que alguém tomou este custo, este investimento e nos favoreceu, repassou a nós, entregou-nos todos os benefícios e dividendos do investimento original. Sabe aquele jogador que dribla todo o time adversário e na hora do arremate, toca para o centroavante que só tem o trabalho de empurrar para o gol? Isso é graça. Na súmula do jogo, ele levará o crédito do gol, mas sem o colega ter feito todo o trabalho, ele nunca alcançaria seu objetivo. Jesus realizou a sua boa obra

  Trazendo para a raiz do verbo grego Karis, o sacrifício de Jesus é o exemplo máximo desta graça, pois tomou nosso lugar, em um sacrifício vicário e ofereceu, assim, a salvação a toda a humanidade, a quem a desejar e O aceitar. Jesus fez todo o trabalho por nós pelo simples fato de que só Ele poderia tê-lo feito. Portanto, é errado dizer que a "salvação é de graça", quando o correto seria afirmar que "a salvação vem pela graça", pois é esta graça que moveu Jesus à cruz e nos move para novas responsabilidades diante de Deus neste mundo que jaz no maligno. Se na palavra de Deus, em Tito 2:11 temos a boa nova de que a graça salvadora de Deus se manifestou a todos os homens, no próximo versículo, somos chamados à responsabilidade de renunciar o mundo e abraçar a vida justa, ou seja, mudando nosso estilo de vida.
Por isso, quando ouvir que "de graça, até injeção na testa, tapa na língua e ônibus lotado", lembre-se de Jesus pois através de Sua graça salvadora, faz da injeção uma maneira de te curar, te dar vida; ao invés de um tapa na língua, promove a  propagação da verdade através de sua boca e tira você do ônibus lotado e te coloca em um melhor caminho. Afinal de contas, Ele é o caminho, a verdade e a vida, não é mesmo?
Marcelo Lopes
Enviado por Marcelo Lopes em 03/09/2017
Código do texto: T6103388
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Lopes
Guarujá - São Paulo - Brasil, 49 anos
480 textos (46781 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/06/19 02:36)
Marcelo Lopes