Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosense, surrealismo e inustiça

A imprnsa pernambucana divulgou que um deputado federal do nosso estado, além dos salários de marajá, mordommias, vantagens, nomeação de assessores, passagens de avião e o escambau, gastou no ano passado o valor de 485 mil reais com "verba de gabinete" (aí vale tudo, basta se arranjar recibos, não há fiscalização).

Esse deputado votou na reforma trabalhista, apoiou a volta do trabalho escravo, vai votrar a reforma previdenciária, enfim, vai votar contra o povo mais pobres, vulnerável, aposentados, não tem dó de que o salário mínimo só tenha sido aumentado em 17  reais, valor que na cidade dele não dá para comprar um galeto, custa 18 e 19 reais.

Para se ter uma idéia. a verba de gabinete que eçe rcebeu representa 28.530 vezes o aumento do salário mínimo. Vjama bem, um sujeito que já ganha mais de 30 mil de salário, tem casa paga pelo governo, passagens, telefone, carro a disposição, asessores e o escabau, ainda gasta  ao seu be prazer 28.530 vezes o valor do aumento do salário mínimo. Acho isso um nonsense, algo surrealista, uma injustiça.

Que fique claro que esse deputado nao é o único - ah se fosse! - mas apenas um dos quinhentos e tantos, nenhum deles renunciou à verba de gabinete.

Sei não, mas é preciso se começar a esclarecer o povo com dados como esse, pode ser que se consiga um despertar. Ah, Brasil. Inté.
Dartagnan Ferraz
Enviado por Dartagnan Ferraz em 11/01/2018
Código do texto: T6223049
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Dartagnan Ferraz
Recife - Pernambuco - Brasil
5500 textos (207056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 10:58)
Dartagnan Ferraz