Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS FACETAS DO MÊS DE AGOSTO

AS FACETAS DO MÊS DE AGOSTO

Mário Osny Rosa

Mês de agosto é recheado de histórias desde A.C. até nossos dias, e ainda mais nesse dia 30 de agosto, lá pelo no ano 30 Antes de Cristo no dia 30 de agosto depois de ter suas tropas derrotadas pelas tropas de Otávio Augusto, a rainha Cleópatra se matou. Como em 1918, Vladimir Lênin aquele líder revolucionário nesse dia 30 de agosto após um efusivo discurso, quando levou a Rússia ao império comunista foi morto em uma fabrica em Moscou.
Não só de más noticias esse 30 de agosto viveu já em 1972 tivemos o primeiro satélite de comunicação lançado que veio revolucionar as comunicações no mundo e até a comunicação espacial, ainda falta um dia para que ele venha se redimir de todas as catástrofes.
E agora nesse terceiro milênio, que no seu inicio vem recheado de esperanças que lentamente vão se diluindo, com acontecimentos até previstos a muitos anos, como no final do império inicio da era republicana brasileira e vejamos o que falou Antônio Conselheiro num dia 30 de agosto “a república, que é incontestavelmente um grande mal para o Brasil que era outrora tão bela a sua estrela, hoje porém foge toda a segurança,”
Seria aquele momento uma visão do que hoje vem acontecendo em nosso meio?
E logo no mês de agosto de 2.007. O maior acontecimento em todos os tempos de nossa república “o julgamento pelo nosso maior tribunal o STF” dos maus brasileiros que não souberam respeitar os seus irmãos como homens públicos no mister de governar com lealdade uma sociedade, que tudo paga para ser um país sóbrio.
Mas finalmente isso vem acontecendo pela falta de ética, pela falta de responsabilidade, tudo isso nos humilha como cidadãos desse grande país.
E hoje com a velocidade das comunicações essas noticias percorrem o mundo levando essa péssima imagem do grande país, “deitado eternamente em berço esplendido”, isso nos humilha diante da nossa responsabilidade de contribuintes, para com essas mazelas.
E realmente esse mundo em um grande deserto com muitos Oásis de pobres e miseráveis, que morrem de fome, de sede, de miséria com tanta riqueza nas mãos de poucas pessoas ricas e opulentas.
Nesse momento falar em justiça social é uma afronta desse mundo globalizado que só pensa em obter renda das nações pobres e nada oferecendo para minimizar os seus males. É revendo a história, que passamos a entender melhor o momento que vivemos em nossos dias com toda a nova tecnologia, os maiores males não se consegue amenizar.

São José/SC, 30 de agosto de 2.007.
morja@intergate.com.br
  www.mario.poetasadvogados.com.br
Asor
Enviado por Asor em 30/08/2007
Código do texto: T630589
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (38298 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:32)
Asor