Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOCIAL E AFETIVO

Por mais que poetas bestas como eu tentem negar, o amor é tema social. Tão social quanto a fome, a corrupção, a violência e tudo o mais que frequenta os arroubos e xingamentos de poemas e canções que latem contra o governo, a ONU, a igreja, a justiça... É social, engajado e tem a mesma sintonia com o mundo, ostentada por meus escritos cortantes, debochados, irônicos, raivosos ou tomados de frustrações.
canções e versos de amor discorrem sobre os mais fundos sentimentos universais: O ciúme, a solidão, a saudade, a paixão desmedida. Retrata eventos e conflitos vivenciados por pessoas de todas as classes: A dor de uma despedida, uma traição, a volta do ser amado, a morte, o divórcio, a conquista, o casamento, os sins e nãos que que nos cercam; pautam nossas histórias e nos enriquecem.
Cumpre sim, uma importante função social, a peça melódica ou literária que denuncia desmandos, injustiças e descasos... Também o faz a que aborda a afetividade, os desempenhos da emoção, pois o mundo chora e ri; se regozija e sofre; sussurra e grita; mata e morre por amor, paixão, desejo. Se tudo isso é brega, a breguice atinge os cultos e os iletrados, os pobres e os ricos, nobres e plebeus, e não distingue raça, credo, etnia, opção sexual...
Resguardados os gostos - que não seguem leis, estatutos, comandos -, há que se respeitar as canções e os versos de amor. Eles também denunciam, conscientizam, descrevem a sociedade. O romantismo se incorpora, se alista e milita nas fronteiras do coração, numa guerrilha incansável por um mundo perfeito em que todos amem, sejam amados e felizes. Quem nunca é romântico está em constante fingimento. Enfrenta os ditos tubarões da política e de outros meios, mas se acovarda diante do que sente ou possa sentir um dia.
No mais, o compromisso maior do artista e do literato é com o apuro, a estética e a beleza do que fazem. A função social da arte e da literatutura se cumpre tanto no engajamento sociopolítico propriamente, quanto nas questões amorosas. O amor também é cidadão, e como qualquer tema será sempre belo, se bem cantado; decantado; pintado; composto; esculpido...
Demétrio Sena
Enviado por Demétrio Sena em 03/09/2007
Reeditado em 28/02/2008
Código do texto: T636988
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Demétrio Sena
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
3148 textos (63147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 20:57)
Demétrio Sena