Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM CONTROLE

   Esse é o Brasil.
   Se Peter Pan viveu na terra do nunca,nós brasileiros vivemos na terra
dos absurdos,mas por que será?
   Com relação à questão ambiental mais especificamente o descarte de
resíduos sólidos (lixões),estes deveriam ter sidos erradicados em agosto
do ano de 2014,segundo determinava a PNRS e substituídos pelos ater-
ros sanitários,bem os lixões creio que todos saibam o que o que e como
"funcionam",já os aterros sanitários são o oposto ao primeiro.
   Contudo,cerca de 60% das prefeituras  brasileiras  não   conseguiram
cumprir tal determinação,e aí o que fazer? Bem mais uma medida do go
verno federal: postergação (novamente) da lei tendo como prazo agora
o ano de 2021 para que ocorra a tão necessitada erradicação dos famige
rados lixões.
  Nem vou descrevê-los,como supra citado creio que tais lugares sejam
bem conhecidos do povo brasileiro,é mais que óbvio que "tais  instala -
ções" são prejudiciais à nação sobre vários setores(meio ambiente,saú
de,social,econômico,político,recursos hídricos,etc).  Segundo a (ABREL
PE),Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública,são descarta
dos nos lixões,30 milhões de toneladas de rejeitos sem qualquer trata-
mento anualmente.
   Em 2012 fora desativado um dos mais emblemáticos lixões nacional,
o de Gramacho,localizado em Duque de Caxias (RJ),considerado o mai
or da América Latina,é pra comemorarmos? Não.  Lêdo engano;pois  o
mesmo continua sendo utilizado,só que agora diz-se de forma clandes
tina.  Mas como se é do conhecimento público e muitas famílias conti-
nuam a retirar daí o sustento para sobreviverem?  O que fazem os ges
tores e entes públicos (gestores estaduais,municipais,órgãos federais,
ongs,etc?).  Fatos lamentáveis e descabidos do Brasil!!.
   Os aterros sanitários são estruturas diametralmente opostas aos li-
xões por sua constituição física e administrativa,porém,vai  aqui  uma
opinião pessoal,acho que a nível de gestão ainda cabe ajustes a se fa-
zer,como o aproveitamento do metano e do chorume neles coletados.
Assim como o povo deve de uma vez por toda praticar mais a política
dos "Rs",(reciclar,reutilizar,reaproveitar...,tanto como a prática do con
sumo consciente,da coleta seletiva,da logística reversa, e os governos  de todas as instâncias atuarem de forma mais efetiva na prática da Lei
e Política Nacional de Resíduos Sólidos, e aumentar a capacidade de re
ciclagem nacional de alumínio,plásticos,entulhos da construção civil en
tre outras ações).
   hoje (14/9/2018),assistir uma reportagem relacionada ao assunto e
vi que o governo diz gastar R$ 3 bilhões ano na saúde,para  tratar  as
pessoas por doenças advindas das más condições de vida principalmen
tas as que sobrevivem dos lixões;então,por que não gastar esses recur
sos para  construir os aterros sanitários,investir na educação ambiental
na própria saúde,mas para cuidar das pessoas  por  doenças  outras  e  não as já mencionadas,investir em saneamento básico e melhoria dos
mananciais hídricos e da qualidade das águas disponibilizadas ao país?
 Deixo aqui a dica.

Fontes pesquisadas: https://guiadoestudante.abril.com.br/blog/atualidades.../o-problema-dos-lixões-no-brasil.
https://www.invistavida.com.br/2017
Paulo Carvalhal
Enviado por Paulo Carvalhal em 14/09/2018
Código do texto: T6448388
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Carvalhal
Salvador - Bahia - Brasil, 59 anos
583 textos (6944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 03:46)