Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chorando pitangas.

Gente esquisita, somos nos!Ser humano!
Brigamos com quem amamos-
Não valorizamos quem nos ama
Destruímos o que nos edifica
Poluímos o que precisamos
Elegemos merdas
Aplaudimos nojentos
Aceitamos o que não queremos
Assistimos idiotices
Lemos porcarias!
Que coisa esquisita!
Ficamos tristes com a subida do “Tenor”
Choramos pitanga e melancia.
E não temos nenhum amor pela criança
que mora no nosso lado e passa fome.
Frio e mortes todo o dia.
Antes ele do eu!
Ou dos meus queridos e conhecidos.
Que diferença faz para minha vida ou para a sua?
Com certeza nenhuma!
Vá cantar no Céu ou em lugar mais quente
Não vou ficar alegre, mas triste também não vou.
Não aceito hipocrisia em minha vida!
Minha vida não é Figarôôô, FigarôÔOOOOOO
Tô a fim de chocar mesmo!
Para ver se alguém acorda!
Óperas por Óperas, já basta do Senado
Onde tenores de grana, jogam, roubam e cantam a absoluta certeza de vencer!
Que inveja dos meus cães!
Pode até me xingar, mas é a minha sincera opinião.
Sinto mais pelo operário, que ao sair do trabalho acha uma bala perdida
Do que esses cantores da vida!




Kia
Enviado por Kia em 13/09/2007
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T650805

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Kia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kia
Itapema - Santa Catarina - Brasil, 66 anos
106 textos (7677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 07:46)
Kia