Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHANTAGEM EMOCIONAL!



Amor a gente não pede, não. Amor a gente dá. Se receber amor de volta, muito bem. É a vida nos sorrindo escancarada. A gente agradece e aproveita. Isso é só o que nos cabe. Aceitemos. Agora, quem dá amor com uma das mãos e estende a outra pedindo amor em troca está mais para o comércio do que para o amor. É um comerciante. Não um amante.


Mas ah… essa vida é caprichosa! Pode ser que a gente ame e o amor não venha de volta. Pode ser que a reciprocidade se perca no caminho e não apareça. Pode ser. Quando isso acontece, vergonha na cara! A nós só nos resta aceitar. Não se pega ninguém pelo colarinho e se determina “eu amo você e você vai ter de me amar de volta nem que seja amarrada”. Não! Quem acha isso justo não entendeu nada ou não tem nenhum pudor de praticar chantagem emocional, sadismo e mendicância.


Penso que o relacionamento é um espaço de desenvolvimento mútuo, como uma escola, uma arena, um caminho, um local de treinamento emocional dos mais complexos. Quem dá abertura está formado numa bela universidade, até um phD em vida, afinal muito se pode aperfeiçoar nesse campo frutífero.


A chantagem é o tipo de erva daninha que chega de fininho e vem supostamente apoiada num sentimento de amor. Surge de uma pessoa que faz sacrifícios pessoais pela outra, mas que não vem sem um custo adicional. A pessoa que dá quer receber tudo sem perder nenhum centavo e para isso cria um constrangimento moral que inibe o outro para ser livre e feliz.


 O pretexto de ser amada a pessoa chantagista repele todos que estão ao seu redor e cria um ambiente de desconforto. Quando é deixada ela não sabe o motivo, já que se doava tanto.


O amor é a energia mais poderosa da vida. Você e eu amamos para continuarmos vivos! E quando amamos alguém e esse alguém não fizer o mesmo em relação a nós, se lá dentro dele não nascer também um sentimento parecido em relação a nós, paciência! É assim que é. Se não estiver bem assim, passe a mão em suas coisinhas e parta para outra, amar outro alguém noutro lugar, em outro tempo. Sai da minha aba....


Não há outro jeito. Amar e ser amado é um ofício. Como todo trabalho, começa em nossa disposição para a labuta, em nosso ímpeto de oferecer. Na lida, no esforço. Na vida que se constrói todos os dias. O amor é doação. A gente dá, não pede. Pedir amor não é amor. É chantagem emocional.

Luiza De Marillac Michel
Enviado por Luiza De Marillac Michel em 20/01/2019
Código do texto: T6555271
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luiza De Marillac Michel
São Paulo - São Paulo - Brasil
1250 textos (52902 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/02/19 02:36)
Luiza De Marillac Michel