Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SIM SENHOR DOUTOR!


  Existem algumas pessoas, que em vários momentos da sua vida, se comportam de tal maneira, que demonstram uma imensa covardia e uma total ausência de amor próprio. Insistem em inibir a sua inteligência, em atrofiar a capacidade de raciocínio dos seus cérebros. Se tornam especialistas em obedecer, em concordar, em permanecerem de cabeça baixa(quando a movimentam, quase sempre é para demonstrar concordância), e boca fechada, e quando por acaso verbalizam alguma frase, na imensa maioria das vezes, é para consentir, para acatar a decisão daqueles que elegeram como seus “superiores”.
 São popularmente conhecidas como “vaquinhas de presépio”. Você conhece alguém assim?
  Ao que parece, elas só sabem cumprir ordens, e surpreendentemente, ainda adoram fazer isso! Estão constantemente empenhadas em acatar passivamente as decisões que lhes são impostas pelo outro, em trilhar de maneira submissa o caminho que alguém traçou, em até mesmo aceitarem viver a própria vida da maneira que determinaram que elas deveriam viver.
 Inibem toda e qualquer expressão de criatividade que por acaso possam ter, para não desobedecerem, para não extrapolarem as normas impostas. Opinar então, só se for para atender uma ordem do “senhor”.
 Interessante como estas pessoas, em variadas situações de vida, demonstram imensa necessidade em dar poder ao outro, em conferir títulos de autoridade(acredito que seja de propósito), para obedecerem submissamente e de maneira incrivelmente satisfeita, aos mandos e desmandos deste “superior”.
 Nas suas atitudes, em hipótese alguma cogitam usar o verbo discordar, e muito menos questionar. Sempre, e em qualquer situação o predomínio absoluto é do verbo obedecer, e em igual importância e uso, submeter-se, acatar. Incondicionalmente! E impreterivelmente concordar e  cumprir! Não importa se a ordem vai contra os seus valores(será que alguma delas tem?), ou se avilta a própria consciência, já que a obrigação de obedecer está sempre acima de qualquer coisa.
 É um tipo de covardia que o prejuízo que ocasiona vai muito além de simplesmente atingir negativamente a auto estima de quem se submete. São pessoas assim que colaboram ativamente para o fortalecimento dos tiranos e dos seus comportamentos autoritários e tantas vezes injustos e prejudiciais a um grande número de pessoas.  Vale lembrar que só existe o senhor que ordena, que tiraniza e que impõe, porque ele encontra pessoas dispostas a se submeterem, que acatam, e que clamam pela sua autoridade. Não existe a possibilidade de se formar um tirano, se não houver pessoas dispostas a incondicionalmente o obedecerem. Não acatar submissamente a tirania, é automaticamente tirar o poder de comando, e  destituir o tirano! É recuperar a liberdade de levantar a cabeça e movimentá-la para o lado que quiser! Em todas as situações de vida!

Francisquini
Enviado por Francisquini em 25/09/2007
Código do texto: T668585
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Francisquini
Lavras - Minas Gerais - Brasil, 57 anos
177 textos (12880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 14:17)
Francisquini