Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER PAI

           
           Em algum lugar no espaço, Alguém resmunga.
              - Desgostos e mais desgostos. Só fracasso. Minha vida eterna tem sido um eterno fracasso. Dei a eles tudo. Para quê?  Só fazem correr de um lado para o outro, sempre esquecidos de alguma coisa. Estão se matando por arrogância e destruindo a Terra, o Jardim do Éden, por ganância. Dizem que matam em meu nome. As tais guerras santas: Cruzadas, Inquisição, Jihad, etc. Campos de concentração, navios negreiros, senzalas, favelas. Escravizam em meu nome. Não enxergam o que é visível e comum a todos. Não veem o outro. Não se reconhecem no outro . Não entenderam que só existe uma raça : a RAÇA Humana. Em verdade, em verdade vós digo : Ser pai é padecer no Paraíso.

            Agitado, chega o Arcanjo Gabriel.
                 Senhor, São Judas Tadeu está aí, paramentado com o manto sagrado.
                  Sei o que ele quer . Ele é padroeiro daquele time, com jogadores caríssimos que não sabem cobrar pênaltis. Ele é o santo das causas perdidas, então, o problema é dele. Eu avisei. Não vou me envolver. Diga que não estou.
                  Ele, também, está aí.
                  Ele, quem, Gabriel ?
                  Seu outro filho. Quer falar com o Senhor. Disse que está com problemas. Precisa conversar com alguém.

                    Problemas? Ele é o meu problema. Quer conversar, ouvir e depois fazer tudo ao contrário. Diga a Lúcifer que vá para o inferno.
                    Senhor, ele já está lá.
                    Então, vá para o Rio de Janeiro, é a mesma coisa. Ah, filhos...um quer consertar o mundo e todos os dias é crucificado, o outro quer destruí-lo; afirma que EU estou vivo, só não quero me envolver. Ah, filhos...Pensando melhor...apresente São Judas Tadeu a Lúcifer, talvez eles se entendam. Problemas, só problemas. Gabriel, tenho uma missão de caráter especial para você. Procure uma psicóloga que morava no Méier, mas se mudou.
                    Para onde, Senhor ?
                    Não sei, pergunte ao Google. Leve este bilhete para ela. É confidencial. Não abra.
            Curioso, Gabriel abriu e leu :

            "Não quero amor não se discute, só procuro quem me escute".
               
Malinche
Enviado por Malinche em 19/07/2019
Reeditado em 12/08/2019
Código do texto: T6699442
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malinche
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
35 textos (457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/19 03:26)