Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O desabrochar de uma rosa

Era inicio de primavera, e começa desabrocha antes do sol nascer aquele botão de rosa indefeso. O céu estava azul, nem uma nuvem no céu, o arrebol anunciava que o rei majestoso logo iria dominar aquele dia. Primeira contato de uma rubéola na busca de alimento entre as pétalas da bonita flor de capitão, que enfeitava o caminho ainda molhado pelo sereno da madrugada.
O vento balançava as hastes das folhagens, pareciam que estavam dançando numa sincronia de causar inveja a qualquer companhia de balé profissional. Dava para sentir o frescor exalado pela deriva que vinham da brisa orvalhada daquelas grandes árvores companheiras do bosque antes da escolinha da zona rural.
Que manhã que inspira até hoje a saudade do primeiro dia na escolinha, e a saudosa professora que já mais esquecerei.
Nisso começa chegar os primeiros alunos, para muito vai ser o primeiro dia de aula letivo, aproximo do pé de roseira, queria presentear a professora com um “buquê” e dizer o quanto eu estava feliz naquele momento. Só pode ter sido proteção da mãe natureza, enquanto coletava as pétalas de rosas, capitão, e outras flores do campo, o botão parecia implorar pedindo me deixe viver um pouco mais! O sinal toca, a professora está porta esperando, sai correndo fui ao seu encontro dizendo: Fique tranquila vou deixar você desabrochar minha flor!
Jova
Enviado por Jova em 14/08/2019
Código do texto: T6719957
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jova
Dourados - Mato Grosso do Sul - Brasil, 63 anos
1084 textos (13233 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/08/19 02:04)
Jova