Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MARATONA FORA DO PARAÍSO

Nas sete etapas crescentes do desenvolvimento humano:

*Até os sete anos, na  pureza da infância, a melhor fase da vida, onde as virtudes e as más qualidades são apenas potencialidades, mas não manifestadas nos anjos.
*Dos sete aos quatorze anos, na pré-adolescência, as potencialidades, ainda tímidas, começam a dar os seus pálidos sinais, nem sempre perceptíveis pelos circunstantes.
*Dos quatorze aos vinte e um anos, na adolescência, tem início a definição das potencialidades, permitindo a percepção das inclinações do adolescente na construção das suas ideias.
*Dos vinte e um aos vinte e oito anos, na pré-maturidade, já se tornam evidentes as inclinações do ser humano, permitindo a sua conceituação.
*Dos vinte e oito aos trinta e cinco anos, na maturidade, temos o ser humano investindo com vigor nas suas inclinações bem definidas.
*Dos trinta e cinco aos quarenta e dois anos, na maturidade responsável, ele associa ao vigor uma responsabilidade mais visível nas suas atividades.
*Dos quarenta e dois aos quarenta e nove anos, na maturidade consciente, temos o exercício das atividades com visão mais ampla das suas implicações sociais.

Nas sete etapas decrescentes do desenvolvimento humano:

*Dos quarenta e nove aos cinquenta e seis anos, a experiência ganha mais espaço junto à maturidade, mas têm início pequenas restrições físicas no corpo humano.
*Dos cinquenta e seis aos sessenta e três anos, a maturidade passa a conviver com a redução mais acentuada das forças físicas.
*Dos sessenta e três aos setenta anos, a maturidade se expressa já com dificuldades físicas.
*Dos setenta aos setenta e sete anos, surge a velhice ou terceira idade, onde a experiência convive com mais dificuldades físicas.
*Dos setenta e sete aos oitenta e quatro anos, a velhice já se defronta com dependências, e a experiência é praticamente arquivada.
*Dos oitenta e quatro aos noventa e um anos, a velhice se aprofunda nas dependências.
*Dos noventa e um aos noventa e oito anos, a velhice chega à fase da plena dependência.

No percurso dessa maratona, dois terços dos seres humanos (66,6) percorrem quatro estágios evolutivos: Hilosfera (material); Biosfera (vital); Noosfera (intelectual); Logosfera (racional), e um terço deles (33,3) percorre também o quinto estágio: Sofosfera (espiritual). Assim, enquanto estivermos na posse da nossa lucidez, independente da nossa idade, devemos envidar todos os esforços para percorrer também o quinto estágio.

“Os homens perdem a saúde para ganhar dinheiro, e perdem o dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem-se do presente, de forma que acabam por não viver nem no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido”. (Dalai Lama)

“Os sábios de todos os tempos dizem sempre a mesma coisa, e os tolos de todos os tempos fazem sempre o contrário do que os sábios dizem”. (Schopenhauer – 1788 – 1860)
Edgar Alexandroni
Enviado por Edgar Alexandroni em 07/10/2019
Código do texto: T6763697
Classificação de conteúdo: seguro

Sobre o autor
Edgar Alexandroni
Santo André - São Paulo - Brasil, 80 anos
221 textos (11899 leituras)
1 e-livros (214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 03:25)