Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um duelo difícil de vencer!

Lembro que certa vez ao conversar com um Padre Calisto Vendrame ele disse para mim, que uma das maiores dificuldades do ser humano era a de vencer ele mesmo, e ao ler sobre São Francisco de Assis achei interessante quando ele falava a um de seus discípulos sobre a luta que se tratava dentro dele, uma luta interior entre Deus e o diabo, luz e trevas, bem e o mal, carne e espírito, joio e trigo, e dizia para que seu discípulo denominasse da forma que ele achasse melhor, porque grande era a luta que se dava dentro dele e pouco interessava o nome que se aplicava a essa luta interna.
E quando me achei na mesma situação pude assimilar como somos frágeis a nós mesmos, sinto como se metade de mim desejasse algo e a outro o oposto, ai o grande dilema onde muitas vezes o lado que se faz senhor é quase sempre o que eu penso ser o negativo. E quando não consigo vencer o eu os sentimentos que vem depois são terríveis, e a desilusão que me abate é muito grande.
Queria entender o porquê as conseqüências são tão tristes ou me leva a tristeza, se nasce um desejo e eu simplesmente realizo. Por que depois a desilusão me assola desta forma? Lutar contra meus desejos é difícil, pois se é algo da minha própria natureza o porquê então pós-ato consumado vem essa avalanche de sentimentos ruins? Que até sinto raiva de mim.
Quando me vejo em combate tenho grande dificuldade em frustrar o desejo que me assola, e se consigo sinto-me como um fracassado e não uma pessoa que venceu o que lhe traria prejuízo.
Por que rejeitar algo que você quer. Dizer não quando na realidade se quer dizer sim, ou tentar não querer algo que você quer, parece redundante, mas não é, pois na verdade é muito difícil conseguir vencer eu mesmo.
É complicado lutar contra isso, e vencer uma luta que na realidade eu queria era perder, para satisfazer o que eu e só eu quero, quer é satisfazer meus desejos, as minhas vontades sem me importar com as conseqüências do futuro, sem ser conflitado por mim mesmo.
A frustração que me abate sempre que satisfaço a metade que não me agrada, ou que agrada temporariamente tem sido o que não consigo entender, os meus conflitos trazem os pensamentos mais desanimadores quando assim me sinto, preciso aprender a administrar tudo que me acontece e vencer as brigas que se trava em meu interior, mas ainda não consigo. Preciso ter domínio próprio e ainda não tenho!
 
Realmente acredito que um dia conseguirei o equilíbrio...



Fábio Beltrame
Beltrame
Enviado por Beltrame em 02/10/2007
Código do texto: T676960
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Beltrame
São Paulo - São Paulo - Brasil, 41 anos
46 textos (11132 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 12:55)
Beltrame