Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Dona da Noite.

Já clareou e a lua se recusa a sair de cena. Deve ter percebido toda sua beleza refletida no mar, num lago, num rio, sei lá onde... e esqueceu-se que o dono da sua luz é ele, o sol, e que com ele não pode competir, mas insiste em se manter presente, como um presente aos amantes que ainda trocam juras e carícias observando-a, ou, vaidosa que é, quem sabe procure dar aos poetas sem inspiração uma última chance de comporem versos que a homenageiem.
Seja como for, sua visão, ainda que tênue, é para os insones, como eu, um prolongamento da velha amiga madrugada; para os boêmios a justificativa de mais um trago e; para os outros notívagos, a desculpa perfeita de prosseguirem com seus misteres. Afinal o sol pode ser o dono da luz e do dia, mas é a lua quem manda na noite, que não termina enquanto ela não deixar o palco.
Hegler Horta
Enviado por Hegler Horta em 17/10/2019
Código do texto: T6771962
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Hegler Horta
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 73 anos
232 textos (10633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 06:10)
Hegler Horta