Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM E SUAS PRETENSÕES NA FALA DOS SÁBIOS.

“LEVA DOIS ANOS PARA APRENDER A FALAR E SESSENTA PARA APRENDER A CALAR A BOCA”. Hemingway.

E a maioria não aprende. E ninguém vai mudar isso. Aqueles que puderem se defendam da idiotia de que nos fala o grande pensador,e  em notável advertência, outra relevante pontificação, sic: “É falta de educação calar um idiota, e crueldade deixá-lo prosseguir.”Benjamin Franklin.

Mas ninguém consegue obstá-los. Está aí a história a contar. E muitos são acolhidos, com teorias rasteiras, ilógicas e vencidas já enfrentada a experiência. Mas não submergiram totalmente; se debatem no insucesso permanente. Afogados, com água na linha das narinas, ainda gesticulam com braços “bobos”, intentando um salvacionismo impossível. Idiotia alertada por Franklin.

Felizmente não há repercussão para a inutilidade. Ela não nasce da utilidade, mas do genoma das tolices e asneiras. O que tem como raiz árvore destinada a cair deteriorada, não dá frutos. E germina, mas morre entre redutos desconhecidos. É o que temos assistido nessa orbe surpreendente, e irá cada vez mais ficar evidente, mas gira cambaleante e trôpega. Há uma luz diferente brilhando para cidadanias.

Temos que ter tolerância, em termos,  com a desinformação e a falta de embasamento, enfim, a incultura, isto até onde não prejudique de forma fundamental o todo. Se pudermos alinhar o racional, contrapor, que se faça, mas de forma alguma se ocupar ou resistir à idiotia.Desnecessário. O idiota se estiola por si só, pois transita somente entre seus iguais, e nada encontra de sustentação eficaz. Deixou de ser minoria, é casuísmo patológico, está encarcerado na exaustão do cubículo das sinapses, e não alça voos. É galinha de asas cortadas, animal de vontade castrada, sem forças, doente.
Ao descrédito do destino, seu destino.
Celso Panza
Enviado por Celso Panza em 14/01/2020
Código do texto: T6841763
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Celso Panza
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2676 textos (195362 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 08:43)
Celso Panza