Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
*** O Homem da Pinga ***

Certo homem chegou a um pequeno bar pediu um metro de pinga da boa e mandou enrolar. O dono do bar falou-lhe:
__Como não entendi?
__Quero um metro de pinga e por gentileza quero enrolado.
O dono do bar sem dar muita atenção saiu em direção a outro freguês que ali se encontravam. O homem da pinga continuava a lhe pedir em altos brados que lhe medisse um metro de pinga, mais desta vez mandou colocar em um outro lugar dentro de um copo. O dono do bar já demonstrava irritação com o homem da pinga. Neste momento chegou um menino conhecido do dono do bar pedindo água gelada. O menino vendo toda aquela história começou a reparar tudo que ali se passava e pensou em resolver a situação, mais ainda ficou observando por alguns instantes e foi pra casa. O homem da pinga ao dono do bar:
__Moço eu lhe pedi um metro de pinga quero que o senhor coloque dentro de um copo desta vez quero o copo enrolado certo?
__Meu senhor aonde já se viu medir um metro de pinga colocar dentro de um copo e depois enrolá-lo, vendemos pinga em doses, em garrafas e não em metros.
__Mais eu quero, estou lhe pedindo, por favor, moço.
Um outro homem sentado numa mesa dar um grito:
__Me dar mais uma pinga e duas cerveja e quero logo, pois estou pagando, não estou? O dono do bar mais que rapidamente lhe atendeu. Voltando ao balcão o homem da pinga continuava lhe pedindo que medisse a pinga coloca-se dentro do copo e depois enrolasse. Neste instante volta o menino que havia pedido água gelada ao dono do bar com um pedaço de mangueira de um metro partida no meio o a amarradas nas pontas, a história ainda continuava do mesmo jeito. O menino amigo do dono do bar falou:
__Posso resolver esse caso agora?
__Mais como você vai resolver?
__É muito simples da vendo essa metade de mangueira amarrada nas pontas, ela tem um metro, é só colocar a pinga no seu interior e colocá-la no copo e depois enrolá-lo. O homem da pinga olhou bem pro menino e disse:
__É isso mesmo menino, não é simples.
O dono do bar mediu a pinga e colocou dentro do copo e enrolou com um pedaço de papel branco que ali se achava perto da vitrine em cima da geladeira. O homem da pinga perguntou ao dono do bar:
__Quanto que é moço?
__Isso não é nada, por favor, vá embora.
O homem da pinga pegou a sua pinga e deu alguns trocados para o menino, voltando-se para o dono do bar disse:
__Gostei me tratou como gente e foi embora tomar a sua pinga em metro e enrolada na sua casa, até hoje não se tem notícias suas se ainda é vivo ou morreu enrolado na pinga.

     Moral da história todo caso tem solução, é apenas uma questão de visão e buscar uma solução por pior que seja.

José Aprígio da Silva.
Texto feito: 03/08/78.
Correção e ampliações: 08/10/07.




JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 08/10/2007
Reeditado em 29/03/2011
Código do texto: T685736

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 58 anos
1709 textos (154919 leituras)
1 áudios (36 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:16)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA