Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O muro das lamentações em Jerusalém

Quisera hoje eu ser uma das mulheres de Jerusalém
Quisera  hoje poder estar diante do muro das lamentações em Jerusalém, com elas, não para fazer turismo, mas para chorar e lamentar com elas.
Ir até aquele muro, significa para as mulheres de Jerusalém
mergulharem na sua dor.
Lá elas podem livremente lamentar-se sem ninguém interromper perguntando o porquê.
Então choram, gritam, esmurram e se escoram naquele muro...
Agem assim não porque o muro seja um substituto de um ombro amigo que não têem, mas porque aquele muro, é muro – a sua dor ou não irá afetá-lo nem sobrecarregá-lo.
É um rito repetido por todas e que cria entre elas o espírito de comunhão e solidariedade, pois junto daquele muro ninguém está sozinha no seu sofrimento.
A dor é partilhada entre elas enquanto dor, assim como o alívio que advém depois. Uma vez tendo atirado ao muro o excesso do fardo asfixiante daquele dia, retornam serenas para a sua rotina.
Ah... e os homens também choram no muro das lamentações.
Jayni Paula
Enviado por Jayni Paula em 08/10/2007
Reeditado em 08/10/2007
Código do texto: T685755
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jayni Paula
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
183 textos (10759 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 08:32)
Jayni Paula