Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS DIREITOS DO HOMEM

OS DIREITOS DO HOMEM


“Se trabalhas, podes servir. Se serves, adquires o necessário. Se dispões do necessário, atinge a paz. Se possuis a paz, segues com Deus”. ( Chico Xavier).


No dia 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas, adotou e proclamou a Declaração Universal dos Direitos do Homem. “ Que nos importa ter uma alma, se, extinguindo-se-nos a vida, ela desaparece na imensidade, como as gotas d’água no oceano? “A perda da nossa individualidade não equivale, para nós, ao nada?”“. Existem duas concepções que conduzem o homem à desesperança. “A de aniquilamento total do ser por meio da morte física, e a dessa imortalidade por transmissão, que nada significa”. “Também a imortalidade através da sobrevivência de um princípio místico e misterioso, que seria a alma destinada ao inferno ou ao céu, não satisfaz a nenhuma inteligência racionalista”. Falamos isso, que também é um direito do homem, o amor a vida, bem como,  saber usar o bem, através do livre-arbítrio que Deus lhes deu. As Nações Unidas tem por objetivo despertar em todos os povos a consciência de suas responsabilidades em relação à pessoa humana, incentivarem a liberdade, a justiça e a paz. Combater o Espírito de opressão, tirania e alimentar a amizade entrem os povos e as sociedades em que vivem. No primeiro artigo dos Direitos do Homem, está assegurado que “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos”. Cabe uma meditação. Será que isto realmente acontece? No segundo artigo, está explicito que “toda pessoa tem todos os direitos e liberdades proclamados na declaração, sem distinção de raça, cor, sexo, idioma, religião, opinião pública ou qualquer índole, origem nacional, social, posição econômica, nascimento ou qualquer outra condição.
Os Direitos do Homem nunca são obedecidos como preceitua as Organizações das Nações Unidas(ONU), visto que o homem de raça negra tem cota para tudo, como se não fosse ser humano. A segregação racial no Brasil existe em todos os setores. O terceiro capítulo fica estabelecido que todo indivíduo, têm direito a vida, à liberdade e a segurança de sua pessoa. Isso aqui em nosso País é uma verdadeira utopia.  Direitos Humanos seria para humanos direitos? Já são mais de 50 anos e a mentalidade das pessoas e das autoridades não mudou. A impunidade e a imunidade deveriam ser olhadas por diversos ângulos. Saúde, segurança, educação, direito a moradia são indispensáveis ao desenvolvimento do homem, se isso acontecesse na realidade, à violência não seria o câncer que destrói e a neoplasia que dizima. Seria de bom alvitre que os Direitos do Homem fossem severamente observados e obedecidos, já que a mulher já conquistou seu espaço, através de diversas leis.  Com base na compreensão da vida, proporcional ao estágio evolutivo alcançado, o homem, ao criar seus símbolos, projeta a idéia de Deus, de acordo com sua faixa, criou as mais utópicas expectativas sobre o Código Penal Divino, denominando-as para dar força de crédito, por “palavras de Deus”. Quem fere os Direitos Humanos serão julgados pelos tribunais de nossas consciências, visto que Deus está na consciência de todos. Um novo demônio chamado “status” transformou esta época em era de endividamento.
Olhe para você! “ A minha verdadeira família são aqueles que não têm nem mais a força de comer, aqueles perante a qual os vivos passam virando o rosto, aqueles que já não choram mais porque nem lágrimas já têm. ( Madre Teresa de Calcutá). Não estou longe, pelo que me toca, de considerar os grandes homens de negócios, Oe reis do dinheiro, os magnatas da doce vida, de pobres seres. Pelo seu poderio, pela sua riqueza, pelo seu orgulho, eles separam-se da humanidade. ( Raoul Follereau).  Nem acusação, nem lamentos. Trabalhemos sempre com mais ardor, esquecendo o mal e fazendo o bem. Emite uma palavra de amor, criativa e consoladora, onde a candeia do bem estiver apagada. Os homens que procurem seus direitos se acham que foram tolhidos. Não deixe a oportunidade passar, visto que aqui na terrinha o direito nunca foi respeitado. De olhos abertos todos!


ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E ACADÊMICO DA ALOMERCE



Paivinhajornalista
Enviado por Paivinhajornalista em 15/10/2007
Código do texto: T695199
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paivinhajornalista
Fortaleza - Ceará - Brasil
2269 textos (831480 leituras)
1 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 07:11)
Paivinhajornalista