Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Buzina

Ele levava uma vida pacata no interior do Mato Grosso do Sul. Mais precisamente, na cidade de Três Lagoas. Até então, Carlos Adriano nunca havia escutado uma buzina sequer.

Mas foi no seu aniversário de 16 anos que sua vida começou a mudar. Nesse dia, 16 de agosto, voltava de uma viagem à capital o Coronel Lucas Belezza. E para surpresa de toda população local, ele não chegou de trem ou à cavalo. Muito pelo contrário, o militar aposentado chegou dirigindo um carro. Buzinando.

Os mais velhos ameaçaram atirar. As mulheres correram para suas casas. As crianças abriram um berreiro, talvez mais alto que as buzinas. Mas Carlos Adriano não. Carlos Adriano ficou ali onde estava, imóvel, apenas apreciando aquela máquina barulhenta. A partir desse dia, o garoto não parou mais de sonhar em dar uma buzinada. Nem que fosse uma só em toda sua vida, ele precisava sentir este prazer.

Certa noite, Carlos Adriano, obstinado com o seu sonho barulhento, decidiu buzinar. Como não havia nenhum outro carro na cidade, teria que ser com o do Coronel. Ele esperou a cidade inteira dormir e, sorrateiramente, invadiu o casarão do militar. Como não se tinha notícias de assaltos na região, o carro ficava destrancado. Carlos Adriano então entrou no veículo e, sem dó, enfiou a mão na buzina.

Depois de acordar a população inteira – não mais que 5 mil pessoas – e quase matar o Coronel Belezza do coração, Carlos Adriano foi expulso da cidade. Sua mãe até tentou intervir, mas depois de um ato daquele, não havia o que fazer. Mas o menino estava feliz da vida. Foi embora com a sensação de dever cumprido e com o prazer de, segundo suas próprias palavras, ter escutado o som mais lindo de toda sua vida.

Hoje Carlos Adriano já é um adulto. Cursou faculdade de engenharia mecânica e até dá palestras sobre o assunto. Ele mora em São Paulo e faz questão de sair de casa diariamente, exatamente as 18h00.
Ricardo Polinesio
Enviado por Ricardo Polinesio em 20/10/2007
Código do texto: T702608

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.polinesio.zip.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Polinesio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
68 textos (5665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 05:12)
Ricardo Polinesio