Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As crônicas incessantes da moça dos brilhos

AS CRÔNICAS INCESSANTES DA MOÇA DOS BRILHOS
Marília L. Paixão

Ela pediu que escolhessem o próximo assunto da crônica dela. Fiquei com a imagem de uma fazedora de crônica elétrica. A intenção não era essa. Ela queria ver sua capacidade de dissertar testada sobre qualquer assunto. Um leitor escolheu o tema e a crônica veio. Ela deve ter ido deitar satisfeita e o leitor também. Missão cumprida. Mais uma pronta e lida crônica sobre detalhes da vida com muitas explicações revistas. Aqui vai uma crônica atrevida falando dessa amiga. Esta vai para dizer que prefiro as crônicas casuais. A que você escreve talvez enquanto sonha ou talvez enquanto algo te espeta. Que tal escrever sobre quando o sutiã aperta? Nós mulheres temos milhões de motivos para escrevermos com freqüência. No meu caso falta tempo, no seu caso sobra talento e habilidade. Em um dia comum como este um encontro de mulheres daria apenas no que uma repararia na outra. Mesmo distantes estamos reparando nossas falas e letras. As táticas enfáticas e expressivas. Cada um com sua forma de expressar e tocar o mundo virtual. Às vezes falo demais e toco menos que gostaria. Às vezes falo pouco e toco muito mais que imaginaria. Quem sabe até o silêncio daria uma boa crônica, Renata. O ruim do silêncio é que nele eu não leria você se invisível. De qualquer forma gosto das suas extrovertidas formas de se comunicar com todos espalhando brilhos. Mas o silêncio de um quarto, sala ou parede me parece um tópico demasiadamente indagador. Agora mesmo enquanto escrevo e enquanto estiver por estas linhas haverá um silêncio entre nós. Sinta. Pare a leitura um pouco. Perceba o silêncio. Mude o olhar de lugar. Se preferir pode ser para um lado da parede que não tenha nenhum enfeite. Talvez a parede esteja perfeitamente bela sem nenhum enfeite a mais sobre ela. Talvez perceba que um pouco de cor fará diferença e sua próxima crônica será sobre as cores que não lhe faltam.
Marília L Paixão
Enviado por Marília L Paixão em 21/10/2007
Código do texto: T703954

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marília L Paixão
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil
1075 textos (137884 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 13:47)
Marília L Paixão