Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ela ser a mais bela

Com espessos amores se doem e coadunam nossos versos sociais de alta vertente. Cada horizonte de cada cerne de que somos chamados ao coração dela a linda e doce Redimida de coração doce e nobre. De cada sinergia e cada horizonte sereno e reto com grande emoção. E chagada de reto se reta de cada baluarte. Redimida casou-se com Joaquim aos dezessete anos a completar. Ela ficara grávida aos dezesseis e era e sempre foi uma mulher menina e serena. E teve o bom Relapso um menino reto e honesto. Joaquim era muito feliz com o filho e a esposa. Redimida foi anestesista num grande hospital e de grande cunho social. Ela ser a mais bela se demonstrava em alegria serenas vontades de se abastecer de fases de via vida delas lindas e salutares. O sentimento de que crer que ela podia vencer tudo e a todos seus opositores. Tinha ela uma inimiga de nome Longeva. Elas brigavam todos os dias uma a frente na porta de outra. De cada palavrão Redimida rezava pela conversão à vizinha, a Longeva era irredutível. E chegou a apontar uma faca para o pescoço da vizinha com tendência de cada ardor. E Longeva deu três facadas no pescoço de Redimida e foi ela parar num hospital entre  a vida e a morte. Longeva foi encaminhada a delegacia e ficou presa até seu julgamento. Redimida morreu. E antes de morrer perdoou a outra sem sequelas não mais de pecado. E Longeva foi condenada a quinze anos de cadeia e quando saiu procurou um trabalho para se sobreviver. E hoje passados vinte e oito anos da morte de Redimida Joaquim cuidou dos filhos até amadurecer. Joaquim era musicista e compositor tivera ser um cara sumamente bom e honesto. Relapso foi mais lindo filho existente. Cada hora ele e o filho se amavam de pura e reta bondade. Relapso e Joaquim andavam juntos de bicicleta com amor perdoador, pois a morte de Redimida doeu na alma do pai e do filho. E jogavam partidas de futebol com os outros vizinhos da sua rua e de suas convivências. Já os parentes de Joaquim tinham hoje e sessenta o mais velhos e cinquenta o amor mais novo. Redimida foi inscrito em seu caixão as três palavras: seja você feliz. E Joaquim foi fiel e sendo viúvo não mais se casara nunca mais. Ele era capricorniano e ela libriana. Já o bom filho era pisciano. Relapso virou agricultor de arder em um amor compaixão. E casara ele com Navegar uma doce, linda, fisioterapeuta e bonita. E tiveram dois filhos e hoje nomes Garganta e Falésia. E com cinquenta anos Relapso se aposentou e vivia de rendas de juros sensacionais se faz e se perfaz. Redimida foi linda mulher e uma boa mulher santa. Joaquim foi vivendo até os cento e onze anos e foi ao secular céu de braços e coração ao fazer os bens anexos. De cada ser que se credita ajudar o semblante a face nossa até muda. Relapso foi excelente filho de um coração sereno e doce como mel. E os três, Relapso, Redimida e Joaquim era felicidade de um ser coerente céu. E com o sereno verter de adiante uma doce e linda aurora setentrional.  
Gumer Navarro
Enviado por Gumer Navarro em 08/04/2021
Código do texto: T7226830
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gumer Navarro
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
7472 textos (23156 leituras)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/21 10:32)
Gumer Navarro