Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRANDES POETAS NÃO DÃO EM ÁRVORES

 Grandes poetas não dão em árvores
Marília L. Paixão

  A verdade é que o poeta esconde o que mais vive: a dor. Em sua fuga do dia-a-dia, acaba enfeitando a realidade. Colore a dor com cores lindas e esquece que a magia da escrita em proliferar sentimentos está em seu estado cru. Deve ser por isso que poesia pouco vende. Já se espera da poesia a ilusão e beleza que o poeta descreve bem. Assim sendo, quem não quer lamentos amorosos ou desilusões passageiras prefere ler outra coisa. Imaginam que todo poeta é sonhador e que seus versos só falam de amor, estrela e sol brilhando, ou então, de flores sorrindo na mão de um menino. Tudo com rima. Tudo combina. Falta pouco para adivinhar uma poesia a começar pelo seu título. Mas eu como não entendo da poesia dos outros, não vou falar nada. Também não quero falar da minha. Estou em processo de ensaio com o que escrevo e rasgo. Rasgo na maioria das vezes dentro de mim. Depois de rasgado tento ventilar para fora. Às vezes, me sinto uma pá cheia de cimento procurando a parede e acho o papel. Eu não preciso perguntar ao papel se ele está a fim das minhas letras, das minhas areias, da minha massa de cimento. Se a massa está muito dura, se poderia ter mais água, se há água... E a água, se tiver que ser lágrima, será. Se tiver que ser riso, será. Se tiver que doer, doerá, se tiver que rasgar o papel, rasgará. Acho que o que falta na poesia é o inesperado. E o inesperado não tem receita. Posso estar certa, posso estar errada, posso estar nada. De qualquer forma, não abro mão da minha água, da minha areia e nem do meu cimento.
Marília L Paixão
Enviado por Marília L Paixão em 07/11/2007
Reeditado em 07/11/2007
Código do texto: T727341

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marília L Paixão
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil
1077 textos (137987 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 22:20)
Marília L Paixão