Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CHUVA ESPREITA PASSOS MOLHADOS

A chuva espreita passos molhados; apressados, tímidos de passantes avisados. A chuva é simplesmente chuva que atrapalha o feriado do sujeito estressado durante cinco dias por semana. Aceita dirigir por oito ou nove horas para ver o mar e jiboiar na areia poluída, enquanto a chuva o espreita bem depois da serra, aguardando o instante em que ele acorda , olha o mar cinza plúmbeo e as águas á cair. A chuva aguarda a mulher apressada que corre atrás da hora, sempre perdendo tempo para chegar no horário. Somente a criança olha os pingos da chuva na poça e ri livre e solto, pelo fato que ainda não é como o pai que trabalha o irmão que estuda e a mãe que se lasca. A chuva aguarda os passos molhados apressados e tímidos dos passantes desavisados que ontem mesmo tomavam cerveja na mesa do bar, com a companhia brejeira da Lua quase cheia. Sonhos de um verão simplesmente.


MARIO ORTMAN FERREIRA FILHO

GROTIUS
grotius
Enviado por grotius em 19/11/2007
Código do texto: T743654

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
grotius
Santo André - São Paulo - Brasil, 62 anos
444 textos (16831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 16:35)