Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devo usar o limite da minha conta?

Cheque especial é o nome daquele limite de crédito pré-aprovado que está diretamente conectado a seu saldo em sua conta bancária. Dinheiro do banqueiro com juros altíssimos que todos os especialistas alertam: não caia nessa!! Dinheiro disponível quando e onde você quiser, tentador, não?

Fique atento: a facilidade de uso não significa que você deve usar esse recurso sempre que faltar dinheiro. Da mesma forma que quando você quer comprar um carro você não pega qualquer empréstimo, mas faz um financiamento de veículo, pois os juros são muito mais baratos que um empréstimo padrão, você tem que entender que cheque especial é um produto do banco que tem sua utilidade, apenas aprenda quando que é justificável usá-lo para recorrer a ele apenas com consciência das outras opções e sabendo que as consequências são caras, caríssimas!

Primeiro, temos que entender que os juros do cheque especial são calculados por dia de uso, portanto, se você utilizou no dia 3 e recebeu seu salário no dia 5 (ou depositou no dia 5 para cobrir o cheque), você pagará apenas 2 dias de juros. Se a taxa de juros de seu cheque está em 15% ao mês, isso significa que por esses dois dias você pagará apenas 1% ao mês. Na verdade é muito, mas para uma emergência pode ser mais barato do que se comprometer num empréstimo longo e que talvez não seja necessário. Não adianta fazer um empréstimo em 4 anos com juros de 4% ao mês achando que está barato e ficar 48 meses pagando esses juros, mais basta 1% por ter precisado usar o cheque especial por apenas 2 dias.

O perigo do cheque especial é não conseguir pagá-lo rapidamente, fazendo com que você fique mais de mês e talvez meses numa bola de neve que se torna impagável. Para evitar isso, você precisa ter controle de seu orçamento, saber por quanto tempo terá que utilizar-se do dinheiro do banco e, com base nessas informações, decidir se apenas utilizará o cheque especial, se parte para algum empréstimo mais longo, mas relativamente mais barato ou se toma alguma atitude mais severa como tentar vender algum bem seu ou trabalhar a mais até nos finais de semana para manter tudo nos eixos, por que não?

Minha dica para que você nunca mais precisar recorrer ao cheque especial do banco: faça um esforço para poupar por pelo menos alguns meses até você ter juntado um pequeno dinheiro que você investirá em qualquer coisa. Gosto de colocar esse dinheiro numa aplicação com resgate automático no banco. Feito isso, eu trato esse valor como o meu cheque especial e, se precisar utilizá-lo, tudo o que eu vou perder é a rentabilidade daquele meu pequeno investimento naquele mês e tentarei repô-lo o mais rapidamente possível. Esse esforço de alguns meses vai ser benéfico para o resto da vida se você continuar mantendo-se no controle, vigilante!

Sabia que até milionários usam o cheque especial de vez em quando? O descasamento de receitas (o que entra e o que sai) acontece com qualquer um que vive essa nossa vida tão imprevisível e às vezes simplesmente precisamos de um crédito rápido para adquirir aquele bem em promoção ou porque simplesmente precisamos em alguma emergência. Apenas lembrem-se: o problema não é remunerar o banco pelo empréstimo, o problema é não saber onde está se metendo e como sair de lá, mas com planejamento e conhecimento, você apenas cria a sua estratégia e tudo bem que signifique usar, um pouco, o cheque especial.
Pedro Blacene
Enviado por Pedro Blacene em 02/04/2018
Código do texto: T6297851
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Publicar link do texto original e meu nome como Pedro Blacene.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Blacene
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
3 textos (33 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 15:21)