Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

I ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES DE CURITIBA

A pedidos dos educadores e agentes de leitura que participaram do Encontro de Bibliotecas, publico aqui o meu "discurso" de abertura. Espero que vocês tenham gostado dos 3 dias de encontro, das oficinas, dos shows, das palestras e da mostra de trabalhos. Preparem-se para repetir a dose em 2009.

Para ser po/ética/mente correta
E entrar de corpo e alma no clima
Do I Encontro de Bibliotecas
Farei meu discurso em verso e rima

E vou agradecer sem demora
As autoridades aqui presentes:
A Secretária Municipal, Eleonora
Meroujy, Jorge, superintendentes.

Esse trio, com o perdão da expressão:
É ffffora de série,  minha gente!
Nos meus trinta anos de profissão
Não conheci equipe tão competente.

Demais autoridades, salve!
Obrigada a quem compareceu.
Mas, plagiando Nelson Gonçalves:
Amigo, hoje quem fala sou eu!

Colegas Diretores de Departamento
Funcionários e chefes dos Núcleos da Educação
A todos vocês, meu agradecimento
Pelo trabalho, apoio e dedicação.

Bem vindos profissionais da SME!
Esta será uma SEP bem diferente
Relaxem, curtam, deixem-se envolver
Considerem esses 3 dias, um presente.

Queridos colegas do departamento
De Tecnologia e Difusão Educacional
A vocês, que organizam todos os eventos
Um abraço e meu carinho especial.

Atendentes, agentes de leitura, bibliotecários
Equipe da Gerência de Bibliotecas e Faróis
Vocês estão fazendo um trabalho extraordiário
Merecem aplausos e respeito de todos nós.
 
Bem vindos representantes dos CMEIs!
Nesse nosso primeiro Encontro Literário
É uma imensa alegria contar com vocês
Que lêem para as crianças, desde o berçário.

Amigos, a Rede de Bibliotecas Escolares
Em nosso município, é uma realidade
São mais de cem, e os livros? Milhares!
Espalhados por todos os cantos da cidade.

E a cada mês essa quantidade aumenta
Ao final do ano, serão cento e cinqüenta
E ainda tem os cantinhos de leitura
Gente, essa idéia ninguém segura.

Escola que não tinha sala, improvisou
Se era pequena, ampliou, construiu,
Quem não tinha espaço, gritou:
Eleonoraaaaa! Creiam, ela  ouviu!

 “Um pais se faz com homens e livros”,
disse Lobato, em plena escravatura.
Sabia ele, que para uma nação ser livre
Era preciso investir firme em cultura.

E o que é cultura, senão o ato
De plantar sementes, idéias e ideais?
Aprender e ensinar como fez Lobato,
Quintana, Freire, Freinet e tantos mais.

Mas de nada adianta tanta semente
Se no campo da palavra, meu amigo
Não tiver um profissional competente
Que saiba separar o joio do trigo.

Esse profissional é o agente de leitura
Brava gente, que não deixa cair a peteca
São todos vocês, os semeadores da cultura
A verdadeira luz dos Faróis e Bibliotecas

Na biblioteca não se cobra ingresso
Cada personagem de livro é um ator
O grande espetáculo da leitura é de graça
Nesse palco, cada livro é um professor.

E leitura não se faz só nos livros, meu amigo!
A biblioteca é um espaço livre, diversificado
Onde se exercitam todos os sentidos
E nenhum tipo de cultura é discriminado.

“Ah, essa piazada só quer saber de internet...”
Que seja! Tem boa leitura no mundo virtual
Navegar é preciso! Vamos aprender com o moleque
E ensinar! Somos professores, afinal!

Pedra, tábua de argila, pergaminho ou disquete
Quadro negro, cilindro de papiro, papel, tubo,.
CD, DVD, TV, Cinema, pen-drive, fita “k-sete” !
São só recipientes... O que vale é o conteúdo.

Biblioteca, não é mais um depósito de livro antigo
E nem hospital, pra fazer silêncio absoluto
Muito menos pra deixar criança de castigo
Estamos falando de BIBLIOTECA, e não de central de luto!

Biblioteca, tem que ser um lugar cheio de vida
Um espaço alegre, multimídia, multifincional
Uma sala arejada, iluminada, colorida
Onde as pessoas sintam-se bem e não mal.

A biblioteca é o espelho de uma escola
Vide resultados de provas de avaliação
Pelos livros que a criança tem na sacola
Pode-se antecipar a nota da instituição.


Trabalhar numa biblioteca é um privilégio!
É prêmio! É para quem tem vocação!
Se não for assim,  é um sacrilégio,
Faz mal pra si e pra toda uma geração.

Tem que quebrar limites, ser corajoso,
Tem que perder a timidez, perder a vergonha
Tem que ter tesão,  ser audacioso
Tem que ser um adulto que ainda sonha!

Que nem o professor Daniel. Cumpade Danié!!!!
Foi o articulador do Encontro, esse rapaz!
Trabalhou duro, quase perdeu a muiéi
Peró, no perdió la ternura, jamás.

Ele é professor da Escola Mun. Erasmo Piloto
Parceiro do Quintana! É mole ou quer mais?
Lá vem o Batalhão das Letras! Daqui a pouco
Vocês verão o que esse grande louco é capaz!

Depois dele vai entrar Fani Abramovich
Pedagoga, um milhão de livros! Arriba!
E Josina Mello, com o filme de Helena Kolody
Poeta maior da nossa cidade de Curitiba.

Hoje, vocês conhecerão um cara do nordeste
Que adotou nossa cidade há algum tempo
Wilson Miran, fez um Cordel, o cabra da peste,
Especialmente para este evento!

E a tarde e noite tem muito mais, pessoal
Multiplique por três dias essa loucura sadia
Celso Sisto, contador de histórias, fenomenal!
Guto Santana, Flávio Augusto e Hamilton Faria.

Tem Susi Monte Serrat e João Bello! Lindoooo!
Reinaldinho! Compositor, publicitário, o melhor!
José Marins, editor, escritor, haicaista, bem-vindo!
Glória! A Kirunus! Maria da Graça Melchiors!

Priscila, Heloisa, Carlos Doitchman, Ana Carolina!
Efigênia, Helio Leites! Todos eles? Que loucura!
Turma da pesada, prata da casa, coisa fina
Eu pagaria uma fortuna, por esse banho de cultura.

“O teu samba desce do morro,
onde barracão pede socorro,
o meu mostra o que tem,
não importa de onde vem:
O teu Rio de Janeiro e o meu do Rio Bellém."

Essa é de Ederson Renaut,  músico, arranjador,
Já tocou no mundo inteiro, é uma barbaridade!
E com ele vem Mauro Barbosa, outro compositor
Artistas paranaenses, da melhor qualidade!

E tem a Rosi Greca, arte-educadora porreta!
Faz um trabalho belíssimo pelo Paraná afora!
Adélia,representando a Academia Paranaense de Letras
Egashira e Julião que em Curitiba choram (e como choram!!)

Ricardo Corona, reconhecido escritor curitibano
Uma honra tê-lo conosco, ilustre poeta!.
Viento Sur! Artistas latino-americanos
Darão brilho ao Encontro de Bibliotecas.

Marcos Lucchesi  e Fátima Ortiz
Ele, poeta. Nosso convidado, aqui no Sul
Ela, dramaturga, diretora, grande atriz
Ele, um Jabuti. Ela, Gralha Azul!

Ginástica oriental, música e poesia!
É possível reunir tudo isso, sim!
Num espetáculo pleno de harmonia
Com a comunidade do Farol Frei Miguel Botacin.

É isso que queremos mostrar nesses 3 dias
Como deve ser o clima de uma biblioteca atual
Atividades diversificadas, muita energia
Um privilegiado espaço cultural.

Se passei da hora, me desculpem.
Calo-me agora, desejando uma ótima semana
Que as Bibliotecas cresçam e se multipliquem
Com a graça de Deus e a benção de Mário Quintana!

MUITO OBRIGADA
Marilda Confortin
Marilda Confortin
Enviado por Marilda Confortin em 22/06/2008
Reeditado em 28/10/2008
Código do texto: T1046401

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome de autor e link para www.marildaconfortin.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Marilda Confortin
Curitiba - Paraná - Brasil
85 textos (14911 leituras)
8 áudios (2975 audições)
3 e-livros (154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 06:22)
Marilda Confortin