Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

D E S A B A F O POÉTICO

Eu não dou
uma aldravia a
quem não mereça,
não valha...
O meu mindim não
é regalado às feras...
O meu poetrix  faz
todo sentido quando
o penso e declaro...
eu amo o que eu
curto e gosto,... por
ninguém e por nada
ejaculo palavras
a esmo...
Tudo tem significado
início, meio e fim...
não jogo cartas
marcadas...
Quem adentrar
em minha alma,
que me leia com
força e fé...não
dou coquetel a
beócios, nem faço
da palavra carne
de churrasco...
Mas que me ama
quem me quer...
ofereço aço
puro da amizade.
e todo meu apreço
e préstimo...!
Alkas
Enviado por Alkas em 29/11/2012
Código do texto: T4010816
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alkas
João Pessoa - Paraíba - Brasil
5469 textos (371294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 14:51)
Alkas