Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu discurso de formatura

Vocês sabem qual é pior defeito do ser humano? Esquecer das coisas! E a maior dádiva do ser humano?
Esquecer das coisas!
Boa noite pessoal. Obrigado pela presença de cada um de vocês. Porque em parte é por vocês que estamos aqui, que chegamos aqui! E me desculpem colegas, mas não posso perder a oportunidade de agradecer imensamente ao meu pai, minha mãe, vocês que acompanharam cada passo e ao amor da minha vida.
(olhar longo) Calma, calma. É dá vontade de ficar assim olhando pra vocês, e vocês e não falar absolutamente nada, o que pra vocês seria um presente divino, mas eu tenho que falar. Mas é simplesmente fantástico ficar olhando, porque esse foi um momento que eu, que cada um de nós imaginou com detalhes. E agora tá acontecendo, e não parece verdade. Dá vontade de arrancar um pedacinho de cada um de vocês só pra ter certeza que é verdade.
( faz bichinho  pra platéia, vira e belisca um dos formandos).
Hoje eu vou cantar uma música que ilustra esse momento, uma música rápida: Faroeste caboclo... Melhor não né?!
E nesta noite em que estamos todos lindos!... Tudo bem, alguns tentaram, e nessa platéia só gente linda... Desculpa, não tinha te visto! Mas assim no meio de todo mundo ninguém vai te notar, fica tranquilo.
Mas nesta noite linda que estamos todos lindos (faz careta)... Principalmente em nossa alma, eu falo sobre esquecer porque é nosso maior benefício e nosso maior revés.
Porque vocês já pensaram se não esquecêssemos de nada que acontece conosco? Se lembrássemos de tudo, sempre?
Ao mesmo tempo que é uma pena não nos lembramos de muita coisa que acontece. Essa noite daqui a alguns anos será apenas memória, passado. Mas algo nela não pode deixar de ser presente nunca: o sabor da conquista, o sorriso, a força de cada vocês que chegaram até aqui!
Porque nós sabemos quanta gente não aguentou a batalha.
Eu desejo que eles possam continuar de alguma forma, seja o que for, que assim como nós mesmos, que nunca parem, que continuem sempre. Porque parar significa que já venceu o suficiente, e depois de vencer o suficiente, que graça tem continuar por aqui?
Eu também desejo a vocês muito dinheiro, bala de goma, é gente, bala de goma, porque é bom! Passeios, viagens, muitas risadas e ainda mais conquistas. Sim, e pra ser menos hipócrita ainda, eu desejo mais um pouquinho de sucesso e dinheiro também. E mais sucesso... E eu já falei dinheiro? Vale inclusive em outras moedas, cartão ou cheque. Cheque desde que não seja de terceiros porque daí não dá pra garanti, deixa o desejo um pouco confuso.
É claro que este é um grande desejo realizado. Imaginem só, se livrar deles (apontar para os professores). Não ter mais que ouvir: É em formato de paper, mínimo de 15 páginas e pra entregar na próxima aula.
Mas professor!
Vai reclamar? Pois é pra apresentar tbm.
Ou então essa: Professor é ,muita coisa pra estudar.
Ah é? E o que é que você faz da meia noite as 6 da manhã?
Ou ainda: Professor, é pra estudar o conteúdo desde quando?
Desde o teu nascimento infeliz.
Sério professor, o que vai cair na prova?
Se depender de mim, lágrimas!

Brincadeiras a parte nós também vamos sentir saudade. Porque o que nos faz bem faz, falta.
Eu por exemplo, saio daqui sabendo muito bem o que quero. Tendo como inspiração Denise, Sandro, Ozinil. Seus monstros!
E não encarem isso aqui como um fim. A verdade é que não trata-se de fim, mas é que os recomeços insistem em estar no nosso caminho. Por isso seja qual for sua inspiração, haja da melhor forma, e não na medida do possível, porque não sabemos o quanto mede nosso possível.
Então continuem com todos esses atributos e se imaginem, se comportem como um pisca pisca, uma luzinha de natal. Porque de 100 lâmpadas, você não repara em todas, mas com certeza você não vai esquecer daquela que queima, daquela que falha e muda o ritmo de piscar de todas as outras, porque é aquela que quer mudança é aquela que incomoda. E é assim que devemos ser, incômodos se for preciso, para ter o melhor sempre. Né Denise?
E não esqueçam essa força, e não esqueçam que o universo pode sim realizar todas as suas vontades se você lutar com ele e acreditar. Caso seu desejo demore a se realizar é porque o universo está realizando o meu, desculpa!
Então sejam esta pequena luzinha que faz toda a diferença na decoração deste mundo nada perfeito. E mais: não esperem o natal, não esperem o tempo certo, sejamos nós a certeza do tempo.
E vocês sabem agora qual é o pior defeito do ser humano? E a maior dádiva?...
Obrigado, muito obrigado a todos vocês, parabéns a nós!
Douglas Tedesco
Enviado por Douglas Tedesco em 25/08/2014
Código do texto: T4936401
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Douglas Tedesco
Tijucas - Santa Catarina - Brasil
323 textos (64576 leituras)
35 áudios (2958 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 04:21)
Douglas Tedesco