Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

“Causa primaria de todas as coisas”.

     Quanto mais eu estudo a filosofia, mais me convenço do quão primitivo é a sua razão. Simplesmente, os diversos conceitos formulados não conseguem se decidir se existe o bem ou o mal. Ou então, se a amar é odiar. Se condenar o outro a morte é justiça ou equivoco.

     As diversas teorias não conseguem explicar de fato a origem do homem. E o seu fim último. As diversas teorias em grande parte são materialistas. Preocupam-se apenas com o imediatismo.

    Sim! No princípio, perguntar fazia sentido. Mas, então ficou só nas perguntas, nas dúvidas e no relativismo. A matemática, perceba, é mais simples: um e mais um é igual a dois.

     Amar não é adiar. Ódio não é amor. Seja qual forem os motivos que nos faça perder a razão. Fazer o bem é fazer o bem, não é, pois fazer o mal. Fazer o bem é acariciar o outro com a gentileza de cada dia. Mesmo quando lá fora o mundo esteja explodindo. E dentro de você há paz de Espírito. Há serenidade nas tuas atitudes e calmaria na sua voz.

     A vida é eterna. Creia! Não morre. Tudo se cria, se transforma e se completa. Sem cessar. Eternamente. E há uma grandeza acima do nosso efeito. “Causa primaria de todas as coisas”.
Cris Roberti
Enviado por Cris Roberti em 03/03/2018
Reeditado em 03/03/2018
Código do texto: T6269947
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cris Roberti
Lontras - Santa Catarina - Brasil, 26 anos
19 textos (335 leituras)
1 e-livros (40 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/18 14:31)
Cris Roberti