Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DIA EM QUE EU NUNCA ESQUECEREI!

O dia 23 de novembro de 2019 ficou marcado na minha vida como o dia em que eu tive um misto de emoções enorme. Para uma nação era algo que não acontecia a muito tempo, muitos nem tinham vivido aquilo antes, para torcedores do flamengo o dia era de festa e alegria. O dia se iniciava bonito, com o tempo aberto, sol brilhando, parecia estar tudo perfeito. O jogo começaria as 17 horas, pessoas por todo o Brasil se juntavam em bares, clubes e praças para assistir o tão esperado jogo, por eu ter uma simpatia de sempre assistir os jogos num lugar especifico, e até então tinha dado certo para o meu time, e não seria na final que eu mudaria isso.

E até que enfim chegou a tão esperada hora a bola ia rolar, ansiedade a mil. O jogo começou equilibrado, por ser uma final o nervosismo tomava conta de ambos os lados, até que aos 14 minutos do primeiro tempo o time do River Plate abriu o placar, eu fiquei completamente irritado admito, e o jogo prosseguiu e no resto do primeiro tempo o time do Flamengo ficou completamente abatido pelo gol sofrido, e então terminou o primeiro tempo, alguns jogadores saíram abatidos e a minha situação não era diferente, estava bem irritado, porém não deixava de acreditar.

Começou o segundo tempo, o time do Flamengo começou incisivo foi pra cima dos argentinos,  depois de uma bela bronca do técnico Jorge Jesus, aos 11 minutos pintou a primeira chance em que Everton Ribeiro parou no goleiro Armani, porem Gerson sentiu uma lesão e Jesus foi obrigado a lançar mão de Diego, que entrou muito bem no jogo. O jogo se desenrolava e o tempo ia passando, e falando em tempo no sentido meteorológico também ia mudando o dia que tinha amanhecido bonito com o sol brilhando, já dava espaço a nuvens escuras de chuva, o cenário estava parecendo ficar irreversível. Aos 43 minutos Gabriel Barbosa o Gabigol, depois de uma bela jogada coletiva conseguiu balançar a rede, e naquele momento eu fiquei em êxtase, nunca antes tinha gritado tanto na minha vida, e a alegria era tanta que até me desliguei por alguns segundos do jogo, e o inesperado aconteceu, aos 46 minutos com um belo lançamento do Diego, a zaga bateu cabeça e a bola sobrou para ele o iluminado Gabigol, que se aproveitou da situação e deixou o dele mais uma vez, e a alegria ficou ainda mais contagiante, o jogo em si eu já tinha deixado de lado, a apreensão deu espaço ao êxtase total, eu não parava de gritar e chorar de alegria, nunca antes tinha vivido algo do tipo futebolisticamente falando. Passadas horas depois do jogo a ficha ainda não tinha caído, depois de dias que me dei conta que eu vivi aquele momento, e aquele dia ficou marcado na minha história...  
Eu comigo mesmo
Enviado por Eu comigo mesmo em 20/04/2020
Código do texto: T6923266
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Eu comigo mesmo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 20 anos
2 textos (30 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 18:27)
Eu comigo mesmo