Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Quixote - Felicidade e o Gênio da Lâmpada

– Meu caro amigo Sancho. Se você achasse uma lâmpada mágica e tivesse um único pedido, o que diria ao Gênio? E não me diga que pediria mais pedidos.
– Oh, meu senhor. Como adivinhaste minhas intenções, agora só me resta um outro pedido a fazer: que o gênio me transforme no homem mais feliz do mundo.
– Neste caso, caro Sancho, você seria transformado em um sábio.
– Sábio, mestre?! É ele a pessoa mais feliz?
– O sábio é a unica pessoa verdadeiramente feliz, Sancho. E Deixe de bobagem. Não existe essa coisa de “mais” feliz. O sábio é apenas feliz. Um cachorro morto não pode estar “mais” morto. Também desconheço uma pessoa feliz que possa ter sua felicidade aumentada.
– Donde aprendeste essas coisas, mestre?
– Foi no capítulo IV da Primeira Enéada do filósofo Plotino.
– Nunca ouvi falar. Mas agora diga-me: o que Dom Quixote de La Mancha pediria ao gênio?
– Simples: eu pediria sabedoria.
– Que falta de criatividade, mestre. Então estaria a pedir a mesma coisa que eu: – a felicidade.
– Só em parte você está certo, Sancho.
– Explique-me, meu senhor.
– É que você pediu a felicidade, ou seja, a consequência da vida de um sábio. Isso é próprio do homem comum. Eu, por ser um Cavalheiro, pedi a sabedoria por que quero melhor servir a humanidade, ainda que esta sabedoria pudesse me trazer a pior das infelicidades.
– Entendi, mestre. De fato a sua nobreza me inspira. Mas explica-me uma coisa. Se, como você disse, não existe essa coisa de “mais” feliz, então porque existiria esta coisa de “mais infeliz”, ou “pior das infelicidades” que você mencionaste?!
Quixote se remexeu em cima de Rocinante. – Oh, meu caro Sancho. Por acaso tu andou achando uma lâmpada mágica por ai? Se continuares assim, terei que me tornar seu escudeiro.

---------
Sugestão de leitura do resto da Saga:
 
Um Quixote à prova de Bullying.

Sancho Pança. - Nada é tão ruim que não possa ser piorado.

Sancho Pança - Eu sou Deus?


Registra-se que apenas tentei dar uma forma mais amigável aos textos de inestimáveis filósofos clássicos.

Poucas dessas ideias são originalmente minhas. Mas como diz os verdadeiros filósofos:

" o maior mérito não está em formular belas ideias, mas em reconhecê-las e ser capaz de vivê-las em alguma medida"
Atma Jordao
Enviado por Atma Jordao em 23/04/2020
Reeditado em 20/05/2020
Código do texto: T6926162
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Atma Jordao
Santos - São Paulo - Brasil, 41 anos
110 textos (1974 leituras)
2 áudios (41 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 19:34)
Atma Jordao

Site do Escritor