Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ressaca

Ando entediado, não que exista um motivo único, talvez nem exista razão alguma, mas eu sentei no meu fim de tarde, o céu que começava a esconder os últimos raios de sol num brilho alaranjado parecia se compadecer da minha animosidade e não existia frase alguma que me fizesse querer algo além de estar só.
Ainda tenho um livro para concluir e dizer que estou sem inspiração não funciona mais depois de um ano de atraso, queria não ter adiantado aquela miséria que me prende agora como uma corrente a seu carrasco, a obrigação de satisfazer pessoas que nem conheço, de preencher suas incapacidades com lições que não prego, sim o glamour é apenas a cereja num bolo de cansaço e cobrança.
No princípio era sobre um homem de meia idade que duplica sua vida e conseguia viver apenas o que lhe era conveniente, mas não havia nada de novo em alguém que observava sua cópia discutir sobre quem levaria as crianças para escola, ou as 12 horas de serviço, pode parecer bobagem, mas o reallity da vida é tão maravilhoso quanto o da ficção pode ser. A segunda ideia eu simplesmente mudei o foco, você acha que perceberia se aquele que se deita ao teu lado é o mesmo que divide o almoço nos finais de semana? Mas que diferença isso faz, as transmutações espirituais moldam nossa forma e também o conteúdo então você somente observa o vazio de quem se deita ou a beija ao se despedir, você precisa de mentiras diárias para acreditar que está fazendo um bom serviço.
O que faltava então, não era vontade, eu tinha em mim o anseio de criar, mas a excessiva necessidade de tal me fastava de quem eu realmente era se é que ainda era.
Você senta, pega um notebook, digita diversas palavras soltas e sem paixão, sem o símbolo que o revolta ou a ansiedade de ser notado, a única coisa que pode produzir é um reflexo da própria alma, talvez amanhã eu volte e no mesmo fim de tarde eu possa criar algo de verdade antes que o sol se despeça mais uma vez.
Eduardo Haraki
Enviado por Eduardo Haraki em 24/06/2020
Código do texto: T6986719
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Haraki
Itaquaquecetuba - São Paulo - Brasil, 28 anos
3 textos (55 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 17:34)