Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA BEIRA DA FONTE


NA BEIRA DA FONTE

Te espero sereno
na beira da fonte,

perto da hora
do dia que se finda;

te vejo chegar
com um riso alegre

de flor, que perfuma
o ar da tarde.

Olho-te e beijo-te
a boca tão rósea;

o ocaso é cúmplice
do nosso amor;

a fonte nos traz
o frescor de sua água;

ouvimos o canto
mavioso do pássaro.

Te enlaço, amor,
porque agora esfria

na beira da fonte;
no limiar da noite,

a lua cheia exibe
o teu riso de deusa

noturna; o sol lhe
clareia uma das faces.

Por hábito, sempre
voltamos a fonte,

entre o fim de tarde
e o limiar da noite;

e gostamos tanto
de estar em tua beira,

que nela nos achamos
também, quais almas

amantes, em nossas
andanças astrais.

Escritor Adilson Fontoura
Adilson Fontoura
Enviado por Adilson Fontoura em 09/01/2019
Código do texto: T6546521
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Adilson Fontoura
Itabuna - Bahia - Brasil
694 textos (10129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 09:12)
Adilson Fontoura