Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TALVEZ-PABLO NERUDA - TALVEZ-MARCIAL SALAVERRY

 
TALVEZ
Pablo Neruda

Talvez não ser,
é ser sem que tu sejas,
sem que vás cortando
o meio dia com uma
flor azul,
sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão
que, talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém
soube que crescia
como a origem vermelha da rosa,
sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira,
trigo do vento,
E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos...
E por amor
Serei... Serás...Seremos...

Pablo Neruda
______________________
 
TALVEZ
Marcial Salaverry
 
Talvez por amor sejamos
como a  quem amamos,
por força do amor,
sem querer sentir dor
numa separação,
que entristeça o coração...
Talvez nessa afinidade,
tenhamos a felicidade,
de iguais nos notarmos,
e felizes nos amarmos...
Talvez para melhor te entender,
deixe de ser
quem sou realmente,
sem que depois o lamente...
Talvez para sempre ver
essa luz possa enfim perceber
que minha vida,
para que tenha sobrevida,
à sua está ligada,
de uma maneira apaixonada...
Talvez nos vejamos um dia,
e então, em sua companhia,
sinta o real calor
de um verdadeiro amor...
 
Marcial Salaverry
 
Inspirado no poema TALVEZ, de Pablo Neruda.
 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 02/07/2010
Código do texto: T2353369
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 81 anos
22883 textos (2539212 leituras)
3 áudios (949 audições)
6 e-livros (2192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 09:28)
Marcial Salaverry