Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Síntese Abstrata
(Ricardo Lello & Fátima Batista)

Síntese

Um papel em branco
Uma luminária
Um quase-silêncio
Um anel de fumaça
Um papel quase-branco ilumina o silêncio aparente da madrugada a partir do
Primeiro anel de fumaça

Uma ausência
Uma ressonância
Um olhar pensativo
Um equilíbrio estático
Uma ausência de sentido ressona sob um olhar pensativo que mente,
Estridentemente, em busca de um equilíbrio dinâmico.

Um relógio
Nenhum ponteiro
Infinitos planos
Nenhum plano
Um relógio estático e sem ponteiros incide sobre infinitos planos em busca
de um plano

Um planeta
Uma cidade
Uma rua
Um quarto
Um planeta esconde uma cidade que esconde uma rua que entrevê menos de um
quarto de um quarto pensante

Seis bilhões e meio de pessoas
Uma espécie?
Uma luta?
Um desejo?
Bilhões de pessoas lutam, em espécie, contra e a favor às diversas faces do
desejar(logo vivem)
Algumas amam, algumas odeiam e outras se espantam

A maioria caminha em quase-silêncio à busca de um equilíbrio estático, feito
relógios sem ponteiro

by Ricardo Lello


Abstrata

Uma folha de retrato
Alma incendiária
Um que de dormência
Um sonho fugaz
Na transparência do vidro da janela, que se fecha, sobre o prata do luar.

Na distância
Um vácuo palpável
Separação imutável
A prudência esquecida
Nos enganos da mente, impunemente entorpecida por ausências sentidas.

Vicioso círculo
Anomalia Imperfeita
Retroativo absoluto
Sem norte
Nas milhares de saídas da mente, displicente, não há saída.

Existência perfeita
Insigne pluralidade
Diferente unidade
Doce singularidade
Pensamentos errantes no vago espaço a procura da pura inconsciência.

Espécie em extinção
Gênero subdividido
Em busca de salvação
Pura ambição
Loucos e ensandecidos pensamentos numa retalhada mente que despropositadamente busca um caminho.

Desejos ardentes em silenciosos gritos por certos caminhos suaves da mente.

by Fátima Batista

Ricardo Lello, poeta amador carioca. Não está no Recanto, mas nestas curvas que a vida faz, nos encontramos e tentamos, algumas vezes, fazer poesia juntos. Aqui mesmo no meu espaço, há alguns textos de nossa parceria.
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 15/09/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T240676
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/19 16:10)
Fátima Batista