Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sentindo-se um botão de rosa...


onde o botão ainda vive
acaricio as pétalas fechadas
levo o botão aos lábios

beija-flor
néctar em lágrimas exposto
suave perfume

aroma em multicores
sinto a textura em meus dedos
espeto-me com os espinhos
mas nas gotas de sangue não há dor

espeto-me com os espinhos
e pinto de vermelho as pétalas abertas
tinjo de colorido meus dedos
flui vida dos pequenos sulcos

recebo na palma das minhas mãos
o pólen ofertado
o néctar aguardado
embriago-me de flor

me faço cor
te faço amor

seremos fruto
famintos

ensurdecedoramentegritaremosmudos
surdos ao mundo
sons profundos
dentro da alma

seremos som
e somente cores
a voz do vento

na imaterialização do desejo
que penetra nos poros

infectando de taras
e imagens raras
alimentando sussurros
satisfazendo insanas vontades
desfazendo a matéria
estourando as artérias
explodindo o peito
entorpecendo a mente

estendendo a mão
ao pedinte de acalanto
ao sedento de um amor em canto
canto os versos
entregando ao teu encanto
cortando vínculos

refazendo raízes
pousando os pés sobre as cores
das nuvens em forma de
flor

Fátima Batista
Oto Satyro
(http://otosatyro.blogspot.com)
Fátima Batista
Enviado por Fátima Batista em 04/11/2006
Reeditado em 01/12/2007
Código do texto: T282351
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fátima Batista
Santo André - São Paulo - Brasil, 56 anos
1436 textos (75151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/19 07:06)
Fátima Batista