Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PIANISTA

Ela tocava o piano
Delicadamente
No meio da floresta
Vestida de trapos
Enquanto relampejava
E chovia sem parar
As torrentes de água
Ajudavam a compôr
E os raios
Eram a percussão
Já que tudo isso acontecia
Dentro do seu coração
E era transmitido
Ao som do piano
Naquele concerto
Em que ela fechou os olhos

 
[  Scarlett  ]

......................................................................................................................
 
    AGRADEÇO AO POETA PAULO CRUZ , PELA BELA INTERAÇÃO...
                           


                                     Enlevada ao mais alto de si mesma
                   Como que mergulhada num lisérgico sonho
      A que se deixava aleatoriamente guiar
Em seu andante movimento??
   
           

                       Ao concerto nº 21 para piano de Mozart
                      Eis que o mundo já mais nada significava
                           
   

                    E, assim, com seus olhos voltados para su?alma
                                           E somente para ela
                              Em que tudo era bonança e silêncio
                                     Tudo era absoluto Nirvana



Ah, tão bom quando o coração se aquieta
De tudo o que outrora tanto,
pois lhe valia

             

             Ao que desperto neste instante é então ele
                       E vivaz para o que antes nada era
                         Visto que morto se encontrara



E agora eis que ela segue
           Na candência... e no compasso
                                    Daquela tão linda sinfonia
                                   A que se executava em seu místico teclado

                                 

                                  Seria um angelical louvor?
                                  Seria um celestial instante?
                                       Ah, para que definir?
   
               
                                                 
                                                        NÃO!



Pouco para si importava saber
Naquele momento tudo era somente
                      Degustação pra os ouvidos
                                   Manjar para a alma...E só
                                                     E nada mais bastava



                                                  [ Paulo da Cruz]


Scarlett
Enviado por Scarlett em 29/11/2017
Reeditado em 29/11/2017
Código do texto: T6185067
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Scarlett
Arapiraca - Alagoas - Brasil
524 textos (14572 leituras)
1 áudios (59 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 17:09)
Scarlett