Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esse amor que me completa

Há uma menina. Menina, mulher... menina. Ela é linda, mais nova, cabelos cacheados... mas, não é isso que realmente me importa. Ela me fascina de outra forma. Ela é intensa
Ah, esse menino. Homem menino. Com um coração tão puro e cheio de desejos. E com um olhar tão atento e profundo, não deixa nada escapar. Ele é incrível e fascinante, nem sei como descrever.
Essa menina é simples. Isso me fascina. Tem um jeito meigo e sensível que acolheu meu coração. Sua intensidade se nota em tudo e isso é ainda mais fascinante. Cada atitude é intensa, cada segundo é intenso, não há como não ser afetado. Não há como passar despercebida.
Ele é dedicado em tudo o que faz e toca. Seus gestos sinceros, o jeito como lida com a vida e as pessoas, transmite uma segurança assombrosa. Nossas almas se completam de alguma forma, em gestos singulares e intensos, com todo o carinho que possa existir nesse mundo.
Carinho é a palavra que nos define. Há carinho em tudo. Seja no olhar, na fala ou no toque, em tudo há carinho. Há também cuidado. Nas pequenas e nas grandes coisas há todo um cuidado com o outro, para que o outro seja feliz, o outro fique bem, o outro é mais importante que eu. O amor pelo outro vale mais. A vida do outro vale mais.
Existe confiança, um confia no outro de uma forma singela e doce. Existe empatia, sentimentos... Porto seguro.  O outro é o lar, o outro é o espelho, o exemplo. Ele que chegou de mansinho e sorrateiro, que ganhou inteira.
Ganhei. Isso é a razão da minha felicidade. Te-la ao meu lado representa a minha real felicidade. Sentir seu toque, seu cheiro, senti-la perto de mim. Te-la em meus braços, pegar em sua mão... são momentos de êxtase, são momentos de perda da noção de tempo, pois nada mais importa, nada é mais importante que o momento que estamos juntos.
E me entrego nos braços e abraços dele. Me perco entre o toque de nossas mãos e o cheiro de seu perfume, ainda em minha blusa. E o tempo voa nesses momentos, a vida passa correndo com ele e eu não quero perder nada. Absolutamente nada.
Só com ela minha vida faz sentido. Se morrer morro junto, se for a algum lugar vou atrás. Quando ela não está presente meu coração não bate, não há pulsação, não há vida. Sobrevivo a esses momentos porque sei que logo sentirei seus beijos e abraços de novo, sentirei suas mãos em meu pescoço, sentirei a vida voltando pra mim.
Ainda bem que com ele, minha vida ganhou cor. Meu coração encontrou repouso naqueles olhos castanhos. Me mantenho firme nesse amor, porque sei que breve estarei com ele. E quando estivermos juntos, nada mais vai importar. Nada além do nós e a infinidade de anos que quero passar ao lado dele.
Jean Michel Araujo e Intensidades
Enviado por Jean Michel Araujo em 07/01/2018
Código do texto: T6219935
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jean Michel Araujo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
111 textos (5953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/04/18 11:52)
Jean Michel Araujo