Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRONTEIRAS


A poesia fronteiras desconhece
Delimitando-se em árido relevo
Semente etérea jamais esmorece
Frutificando desperta o enlevo
Alma e corpo ali representado
Na poesia ou dueto que escrevo
Escrevo sutilezas que falam das belezas
Arrepios de amores sem nenhuma tristeza
A poesia é assim profundo imaginar
Sentir tudo construindo desertos no mar
É caminhar sobre as nuvens
Amores e cores desmistificar
Com ela concretizo sentimentos
Deixo fluir e versos eternizar

Jonnata Henrique e Ezequias S da Silva 09/01/18
JonnataHenrique e Ezequias S da Silva
Enviado por JonnataHenrique em 10/01/2018
Código do texto: T6221818
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JonnataHenrique
Brejo da Madre de Deus - Pernambuco - Brasil, 32 anos
920 textos (7297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/18 17:04)
JonnataHenrique