Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Altas Horas



Poetisa Nara
Poeta Paulista

É madrugada...
Meus pensamentos correm,
Como se procurassem abrigo.
Em volta tudo,
Parece ser tão frágil.
Hoje
Nada parece ter lugar
Procuro respostas
E não encontro caminhos
Busco... Onde posso achar?
Tudo é tão incerto
Não dá pra entender,
Como será...
Só me resta...
Entregar
Confiar
Enquanto isso,
Tento fazer o que posso
As incertezas me afligem
O vazio insiste em doer
Em dizer que estou só
Mas sei que não estou
Embora às vezes pareça.
Tanta esperança
Tantos sonhos
Tantas preocupações
Mas volto a entregar e confiar
Quem dá forças ao pensamento?
Porque ele cria o impossível
Ele constroi sonhos
Alucinações
Medo
Sim, medo de seguir...
Enfrentar o que há de vir.
De viver a realidade.
Enquanto o pensamento,
Nessa madrugada
Resolveu fazer balbúrdia
Construir barreiras
Sobre o presente...
Enquanto vivo o passado
Nessa madrugada,
Queria me libertar
De frente enfrentar...
Ao amanhecer tudo
Pode desaparecer
Deixando eu viver
Mais um dia...
Sei que esse medo,
Vai passar.
Pode crer!
E nas altas horas,
De madrugada
Só será eu e você.
Poeta Paulista e Poetisa Nara
Enviado por Poeta Paulista em 24/12/2019
Código do texto: T6825998
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Poeta Paulista
Hortolândia - São Paulo - Brasil, 57 anos
485 textos (51937 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 08:23)
Poeta Paulista