Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FACES DA VIDA I e II

FACES DA VIDA I

A chuva mansa no doce regato,
trazendo o prisma de antiga lembrança;
do chão molhado e do cheiro de mato,
suave aroma que, vívido, lança

doces recordos de quando eu, criança,
pintando, assim, um fiel quadro abstrato,
emoldurando fartura e bonança
como se fosse um saudoso retrato.

Desses momentos felizes da vida,
onde a ternura se fez mais florida,
quem os viveu jamais quer esquecer.

Marcas sublimes de amor fecundado,
tempo que eu trago, no peito, guardado,
meu combustível, razão de viver.

Versos ímpares - Edy Soares
Versos pares - Douglas Alfonso

***********************************
FACES DA VIDA II

O tempo passa, fincando as raízes
depois de tantas batalhas travadas
deixando expostas sutis cicatrizes
na flacidez e nas faces sulcadas.

Lutei bastante, venci as jornadas
e de um passado de tantos matizes
fiz os degraus construindo as escadas
para alcançar os momentos felizes.

Talvez os banzos perversos da vida
não tenham nunca mostrado a saída
a quem de fato prossegue na dor,

mas eu confesso com toda franqueza
busquei em Deus a maior fortaleza
e entre os percalços me fiz vencedor.

Versos ímpares - Douglas Alfonso
Versos pares - Edy Soares
Edy Soares e Douglas Alfonso
Enviado por FÓRUM DO SONETO em 29/08/2020
Código do texto: T7049296
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
FÓRUM DO SONETO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
45 textos (2731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/03/21 15:52)
FÓRUM DO SONETO