Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUALQUER COISA

Quando passares por mim...
Deixa que eu sinta exalado no ar
Seu perfume tímido como a si mesmo.
Deixa o sol bater em sua pele
Refletindo nela sua luz.

Quando passares por mim...
Que o sorriso nasça em sua boca
Contagiando todo o rosto mostrando-te feliz,
Qu'eu encontre em seus gestos
A leveza dos sentimentos extraídos
Da sua significante existência

Quando passares por mim...
Finja ignorar meus olhares cobiçosos
E que os desejos que a ti dedico
Aticem tua curiosidade

Quando passares por mim....
Deixa que eu encontre em ti
A confortante e doce lembrança da tua presença,
Em minha saudade durante todo o dia.

Quando passares por mim...
Que não passe por inteiro
Mas que fique, e resida um mínimo,
Neste ser que insiste em te pertencer.

Quando passares por mim..., sei lá!
Faz qualquer coisa pra eu te notar e ganhar o dia.
E em recíproca, dar-te-ei meu olhar, um sorriso ou qualquer coisa.

  Essondro Juniel & Virgínia Santana

Virginia de Santana
Enviado por Virginia de Santana em 12/11/2007
Reeditado em 03/02/2013
Código do texto: T734426
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Virginia de Santana
Anísio de Abreu - Piauí - Brasil, 36 anos
192 textos (35360 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 13:02)
Virginia de Santana