telúreo canto (livro de esperanças)

Sinopse
esta poesia, recebam os homens como um cântico derradeiro à paz, um buquê de flores, um pedido de perdão a deus, como um verso entre as nuvens; fi-la com toda a graça do meu coração. a partir da verdade, contanto símplice — como está meu coração agora. na verdade, é isso a poesia: sinceridade, nem vaidade nem construto; oração. espero que fosse mais do que isso: redenção. portanto, toma-a esta como uma coisa natural e falada e deixa-a que caminhe serena com teu pensamento, se merecida ela for de tanto. a poesia é para mudar o mundo, intrìnsecamente, em cada um de nós. não pela atitude que aparente; é pela natureza que se desperte derrepentemente desde — cada um de nós.
Autor:
andré boniatti
Formato:
pdf
Tamanho:
698 KB
Ano:
2012
Enviado por:
andré boniatti
Enviado em:
05/01/2013
Reeditado em:
17/03/2013
Classificação:
seguro