Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como enganar um coração

Muitas vezes eu escrevo falando de amor apenas para enganar o meu coração. Amar é bom, muito bom e eu já relatei isso várias vezes, mas o que sempre escondi sobre minhas letras, é a grande verdade. Eu amo e muito, mas pouco sou amado e o que importa, me sinto feliz em escrever coisas que falam de amor, para quem sabe aquecer um coração, quando esse ao ler meus singelos versos estiver carregando dentro de si a tristeza.
A tristeza adoece e a alegria de falar ou de ler sobre o amor e, ainda de saber que contribuiu para o bem estar de alguém nós enobrece ou quem sabe, nos ajuda a mais amar em silêncio, pois que ama na sua essência, ama por prazer sem a espera do retorno e, acredite, ainda assim é feliz.
Nunca me senti traído por amar sem obter um gesto sequer de gratidão da parte de quem eu com todo o meu desprendimento amei, doei o meu amor. Só de saber que um alguém ao receber o meu gesto de amar se sentiu mais segura, mais apta a transmitir o amor recebido a um outro alguém, límpido assim como o recebeu, já fico feliz. Por isso é que continuo escrevendo e falando de amor, porque esse sentimento Mor dentre todos os que carregamos, me fortalece e me dá o prazer de dividi-lo sem almejar nenhum retorno.
Me sinto tão bem quando uma tristeza qualquer me induz a escrever falando de amor, é como se eu me transportasse a um paraíso onde só o que reina é esse sentimento, o amor.
Amar é isso, enganar um coração, não deixando que o mesmo se impregne dos sentimentos contrários ao prazer, a alegria e o bem estar de viver em paz e com dignidade
ChangCheng
Enviado por ChangCheng em 15/11/2018
Reeditado em 15/11/2018
Código do texto: T6503192
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ChangCheng
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 67 anos
3353 textos (85902 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/02/19 21:55)
ChangCheng