Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
        Tendinopatia Subescapular:
                         

                          Um CONTO/ 
                                    Uma PIADA/ 
                                               Uma FRASE!


 Resultado de imagem para comprimidos


O CONTO...

  A mais ou menos cinco meses venho sofrendo de um mal que sequer fazia noção da extensão de suas dores.
  Acho até que de bem mais tempo, pois nós erroneamente vamo-nos agastando, sentindo dores leves ou moderadas e aí por um conceito equivocado de achar que sentir uma “coisinha ou outra” sempre é normal.
  Agora infelizmente descobri dá forma mais dolorosa e dolorida, que não é bem assim, por não sermos
‘super-homens ou mulheres e também de que sentir dor não é normal, não é e nem nunca será.
  Temos sim, compromissos que de uma maneira ou de outra podem ser adiados, postergados, transferidos ou até mesmo repassados a outrem.
  Não temos o direito de vilipendiar nosso corpo de modo algum, mesmo que para nós os motivos sejam justos (ex: para o trabalho)!
 
  -Ouvi certo dia de um amigo uma frase que além de consciente e inspirada, retrata uma inconteste verdade, mesmo que para muitos soe como um exagero descabido. ... e era esta a frase:


“A importância do Trabalho está bem próximo ao valor que demos a nossa Família, pois é dele que temos a oportunidade de mantê-la honesta e dignamente”!
 
  Tudo isso para dizer que destes cinco meses ou mais, os três últimos..., com uma dor ininterrupta e cruel por 24 horas de cada santo dia, que se seguia.


Dito isso aí vem,

A PIADA...

  Do jeito que ia a coisa e pela época propícia à fazermos pedidos ao “Menino Jesus” pensei que ao invés do sapatinho, colocaria na janela uma RECETINHA com os seguintes dizeres:
  -Menino Jesus (pelo tamanho da ‘marvada’, não era coisa para o bom velhinho não), não tenho vontade de ganhar nada neste Natal, mas se for possível me traga um estoque bom de Ante inflamatórios, de Relaxantes musculares e o melhor dos melhores remédios para aliviar as dores que o Senhor puder encontrar, pois estes que estou a usar, receitados pelo especialista, parecem balinhas e as injeções, sucos doces apenas!
  Se não bastasse, poucos me vinham tranquilizar dizendo que já iria melhorar! A maioria pelo contrário (cambada de urubus), pisoteavam ainda mais na ferida e falavam, isso é coisa pra mais de seis meses de dor, durante o tratamento todo e uns mais “urubulinos”, ainda sapateavam dizendo que vá lá se vai adiantar e se vai melhorar mesmo!
  ...e não é que os “URUBUS” tinham certa razão.
  Mas, graças a Deus, não que foi rápida a melhora, ainda sinto dores, mas que já são remediadas sem tantos e fortes remédios.
  O bom, é que já não sinto a tal angústia o dia todinho e já não pareço mais um hipocondríaco a tomar vários remédios ao mesmo tempo, parecendo carregar um ‘arco-íris a todo de comprimidos na palma da mão.

 
Agora para finalizar vem,
A FRASE...


"Dói meus "calos" então eu me calo, afinal vão doer outras vezes, estes ou outros que por certo ainda vou ter, ...depois, cada um com as suas dores. 
Mas, se puder dizer ou fazer algo que venha aliviar as suas ..., isso muito me fará satisfeito"!





 
Marcosvi
Enviado por Marcosvi em 17/11/2018
Código do texto: T6504527
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcosvi
Siderópolis - Santa Catarina - Brasil
982 textos (19368 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/02/19 02:22)
Marcosvi

Site do Escritor