Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LONGO DIA

Carlos Silva

O dia deitou veio a noite, Sorrindo surgiu madrugada O sono deitou com a insônia Mantendo a alma acordada.
Por onde andará meu descanso, que a noite envolvida num manto, deitou acordando o meu ser causando em mim grande espanto?
Quem dera dormir pendurado, nos braços do sono perdido, poder sonhar com os anjos,num colo bem adormecido.
Mas a noite e o dia se fundem, nem dorme a tal madrugada e eu fico de alma confusa, e esta se faz de acordada.
Um gole de sono eu peço, um taco de noite a dormir, um filete de cansaço me chegue, onde o sono aqui possa vir.
Óh musa tão inspiradora, me deixe ao menos sonhar, dormindo na cama bem feita, que cedo eu fui preparar.
Por vezes me vejo acordado, mas logo o sono me chama, me faz adormecer quieto e calmo, no doce carinho da minha cama.
Mas hoje a tal poesia, me fez esse dia esticar, e a madrugada sorrindo, me traz um novo inspirar.
Acaso poeta não dorme, não tem uma lucida ocupação, ou será que até na madrugada, desperta a poética ilusão?
Até onde irá o poema, confesso que por hora não sei, porquanto tempo esse oficio em frases eu descreverei?
Òh sono bendito amigo, vem logo minha mente alcançar, o dia daqui muito em breve, será novamente um lidar.
Os galos por hora calaram, não ouço aqui seu cantar, em breve a sua cantiga trará meu novo despertar.

Sem sono o tempo não passa, se arrasta tão lento a medir, cada pedacinho da noite, que antes me fazia dormir.
Em rima traçando a poesia, em gotas de noite que vem, trazer ao peito poético inspiração que recebo do além.
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Enviado por CARLOS SILVA POETA CANTADOR em 21/11/2018
Código do texto: T6507863
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Cipó - Bahia - Brasil, 55 anos
274 textos (12819 leituras)
3 áudios (361 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/02/19 21:25)
CARLOS SILVA POETA CANTADOR