Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nosso amigo o sapo

Conto essa estória de uma experiência pessoal:

 Todo noite encontro algo que parece um sapo  em cima de um bueiro
   No chão de metal onde se esquenta com o calor restante do dia
    Para mim aparece como uma indistinta miragem no nevoeiro
   Eu me aproximo, e ele, pulando, sai para o lado, ele é mesmo real
    Mas às vezes me decepciona e no bueiro não está
    Penso que morreu, foi devorado ou virou virtual
   Ou se simplesmente mudou de endereço, sei lá
   Mas dalí a dois ou três dias está de volta, e cumpre o mesmo ritual
   Já passei por alí acompanhado, numa caminhada depois do jantar
   Todos acompanhantes conhecem o sapo pois frequentamos o mesmo bueiro
   E todos com o sapo quiseram se amigar
   Às vezes quando passo sozinho novamente me parece o sapo decepcionado
   Acho que ele gosta muito daquelas damas e  cavalheiros
   Fica-me a impressão nessas noites que me tenta dizer algo
   Como que manda por mim um abraço saudoso para todos meus companheiros
   Um sapo bom, amigo, sincero e fidalgo.
   E me como deu trabalho esse sapo borralheiro
Ugly
Enviado por Ugly em 01/12/2018
Reeditado em 26/01/2019
Código do texto: T6516124
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ugly
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
21 textos (774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/02/19 20:56)
Ugly