Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que receber a terapia Reiki?

Por que você deveria receber a terapia de Reiki?
A Mestra em Reiki, Valéria Guilhon Boechat, explica porque indica a aplicação de Reiki e quais os benefícios para a saúde.
Por Sônia Mesquita, setembro 2019
Se você nunca recebeu Reiki, você pode querer saber o que dizem as pessoas que saem de uma sala de aplicação e a repercussão em sua vida.

1- Por que você quis se tornar uma mestra em Reiki?
R: Foi um caminho natural. Sempre lecionei na minha vida, e amo fazer isso. Sou também Facilitadora de Barras de Access e de Facelift Energético de Access. Fiz faculdade de Direito, na UERJ, e durante o período da faculdade, dava aulas de violão para ganhar uns trocados e, obviamente para me divertir. Advoguei por 20 (vinte) anos, e chegou um momento na minha vida que ansiava por algo mais profundo e elevado, espiritualmente e energeticamente. Assim, fui iniciada em Reiki porque uma amiga minha pediu para que eu fosse com ela no curso, e me apaixonei pelo Reiki desde aquela primeira aula! Fui intensa no estudo do Reiki e na prática, e, chegar à Maestria de Reiki foi muito natural para mim.
Anualmente sou convidada pelo SENAC para dar aula de Reiki por dois meses. São dias intensos e que é gerada muita luz de amor. Fora esses meses, tenho meu espaço onde inicio meus alunos em Reiki e trabalho terapeuticamente com Reiki radiestesia, cromoterapia e as terapias de Access Consciousness (Barras de Acces, Facelift Energético de Access). Facilito classes de Access. Trabalho também com Coaching Executivo para empresas (tenho formação internacional em Coaching) e Coaching de Vida.
Gosto de dizer aos meus alunos que o “TOP da carreira”(risos) de Reiki é o nível 3-A, onde o aluno se transforma em “Mestre de Si Mesmo”(!). Meu ponto de vista é que para se tornar mestre de si mesmo é preciso se conhecer e se perceber profundamente; e, que a Maestria de Reiki (nível 3-B) é somente mais um passo para inspirar e formar mais reikianos, o que é muito necessário para a manutenção da paz no planeta!
2- Muitas pessoas pensam em terapeutas como alguém que diagnostica e oferece aconselhamento. É esse o caso?
R: Diagnóstico é para os médicos. Os terapeutas de Reiki são profissionais que não “fecham” diagnóstico; devem aplicar suas técnicas, convidando à percepção do cliente aos seus sentimentos e emoções, que já sabemos que influenciam na criação de doenças. “Aconselhar” também não é um ato positivo para o terapeuta de Reiki, já que ele conhece uma técnica que pode contribuir para a melhoria do quadro de saúde e bem-estar do cliente; bem como, o aconselhamento não proporciona uma reflexão real, vinda do próprio cliente. É importante saber que o Reiki, por exemplo, é uma técnica complementar e integrativa, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como “Terapia Complementar de Saúde”; portanto, em nenhuma hipótese exclui a atuação da medicina tradicional.

3- O Reiki pode ser cobrado?
R:Gosto de deixar claro que os Reikianos são Terapeutas, e trabalham com esta técnica, assim como os massagistas, fisioterapeutas, acupunturistas, etc. Confunde-se muito dizendo que o Reiki não deve ser cobrado, e esta confusão foi gerada porque o Reiki foi popularizado de graça nos centros espíritas e ONG’s. Mas, é importante dizer que é também uma profissão, e, como toda profissão, deve ser remunerada. Não quero dizer com isso que não possa haver doação. A doação ocorre quando o profissional deseja efetivamente doar seu tempo e sua técnica em um evento, que pode ser eventual ou mesmo uma quantidade de hora semanal. Mas, infelizmente, já vi muitas pessoas “pedindo” Reiki e não se importando de perguntar o valor do serviço. O Reikiano é uma pessoa comum que teve de pagar por um curso e aprender uma técnica. Teve de comprar livros, teve de investir seu tempo para aprender, preparar-se e praticar corretamente a técnica. É uma forma de respeito perguntar ao Reikiano o valor da sessão. E, nunca, em momento nenhum, é uma obrigação do Reikiano “ter que” dar, aplicar ou enviar reiki de graça!
4- O que é importante durante uma sessão de aplicação de Reiki?
R: Estar “presente”. Ou seja, tanto o reikiano como o cliente devem buscar a percepção das energias ativadas durante a sessão. São energias sutis, onde há o direcionamento da energia Reiki delicadamente às áreas mais necessitadas, que estão em desequilíbrio energético e que estão causando a desordem física ou emocional na vida do cliente.
5- Sobre o que as pessoas mais se queixam quando procuram a terapia do Reiki? E como ajudá-las com esses problemas?
R: Há todos os tipos de caso no Reiki; mas, hoje em dia há uma busca maior para questões que envolvam estresse, depressão e ansiedade.
6- Muitas pessoas lidam com perdas de todos os tipos em suas vidas e sofrem por isso. O Reiki poderia ajudá-las a superar o passado?
R: Sem dúvida! Mas, como eu disse anteriormente, ao terapeuta caberá aplicar a energia, com muito respeito, e convidar o cliente à percepção de novas opções de sentimentos, emoções e comportamentos que poderão auxiliá-lo em momentos difíceis como o da perda muito grande. Ou seja, o convite para a cura envolve também o cliente, que deverá agir de forma a se permitir uma nova vibração para um novo caminho de vida. É que o Reiki, em linhas gerais, atua em campos energéticos que possibilitam o reequilíbrio energético do funcionamento do corpo e do campo áurico do cliente/receptor, e esta atuação energética é propícia para a cura.
7- Pode uma pessoa que não acredita na terapia do Reiki ser beneficiada por ela? E a aplicação precisa ser presencial ou pode ser à distância?
R: Sim, ela pode ser beneficiada, pois a energia é inteligente e vai para onde é necessário.
Os Reikianos sabem que só podem aplicar Reiki em quem autorizar. Se uma pessoa deseja receber reiki, o terapeuta pode fazê-lo. Caso contrário, não. Reikianos não têm autorização de enviar ou aplicar energia a seu bel-prazer! Entretanto, o reikiano pode enviar Reiki para harmonizar uma situação em geral; por exemplo: paz entre os povos; harmonia familiar; respeito à fauna e flora, etc. E, podemos considerar isso como um benefício geral, mesmo para as pessoas que não acreditam no Reiki.
Dependendo do nível de Reiki, o Reikiano poderá enviar Reiki à distância, o que é muito eficiente para a cura do planeta, para harmonizar os povos e países, e para pessoas que se encontram em lugares ou países distantes e necessitam do tratamento e do envio da energia Reiki. Mas, se o Reikiano possui apenas o nível 1 de Reiki, terá de aplicar o Reiki presencialmente.

8- Se você pudesse acenar com uma varinha mágica para mudar nossa sociedade a fim de que as pessoas precisassem menos de terapias, o que você mudaria?
R: Eu mexeria minha varinha mágica justamente para que elas ganhassem mais consciência energética, para que assim não ficassem mais doentes e vivessem uma vida de felicidade e plenitude! Não são as terapias que são muito aplicadas, é a falta de percepção de si mesmo e de suas verdades que leva a pessoa ao estado de vibração energética que causa doença em suas vidas. Portanto, minha varinha mágica será para que as pessoas não tenham mais preconceitos e aceitem as terapias como formas de auxiliá-las à uma busca mais real e profunda de suas verdades.

9- Se as pessoas fossem ter um benefício (apenas um) de uma aplicação de Reiki, qual seria?
R: Um sentimento de amor profundo que pode mudar o mundo e sua vida para melhor!
10- E qual deveria ser a frequência de aplicação de Reiki para se ter melhor resultados?
R: 4 sessões (1 vez por dia, por quatro dias seguidos), mais 6 sessões (1 vez por semana); totalizando 10 (dez) sessões. Esta é uma “receita geral”, mas é claro que o terapeuta reikiano irá orientar a melhor forma para cada cliente.
11- Quem pode aplicar Reiki? Quais os requisitos?
R: Apenas os Reikianos podem aplicar Reiki. Reikianos são pessoas comuns que estudam a técnica e são iniciadas no Reiki. Por ser uma tradição oriental, no caso do Reiki Tradicional Japonês-Método Usui, há a necessidade da técnica ser passada de um Mestre para seu discípulo. Mas, entendemos que o “Mestre” é um professor que transmite o conhecimento para seus alunos e que os inspira a, além de usarem corretamente a técnica energética, a buscarem um mundo melhor, mais harmônico e mais amoroso!
12- Você tem livros para indicar àqueles que desejam se aprofundar no assunto?
R: Gosto muito dos livros do brasileiro Johnny De Carli, um verdadeiro Mestre de Reiki, pois são bastante metódicos e inspiradores. Gosto muito dos livros da Diane Stein, uma Mestra americana, da qual minha árvore de Reiki descende. Estes livros são para reikianos.  Para os não-iniciados no Reiki, o mais importante é saber que Reiki é uma técnica de aplicação energética muito suave, delicada e respeitosa, que visa a cura em todos os sistemas da pessoa. Como eu costumo dizer aos meus alunos “Reiki é amor! Não tem como dar errado quando você trabalha a técnica e ama o ser-humano e todos os seres do planeta com respeito e honra!”.
Gostaria de agradecer a oportunidade de falar um pouco sobre este maravilhoso sistema de cura energética que é o Reiki. Espero que possa ter inspirado e, que cada vez mais as pessoas se tornem reikianas e pratiquem os 5 princípios do Reiki, que, na forma ocidental positiva traduzem o seguinte: “Só por hoje sou calmo; Só por hoje confio; Só por hoje sou grato; Só por hoje trabalho honestamente; Só por hoje sou bondoso.” Gratidão! Namastê!




Sam
Enviado por Sam em 24/10/2019
Reeditado em 25/10/2019
Código do texto: T6778251
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sam
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil
263 textos (23261 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 13:21)
Sam