Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TARDE OCASIONAL (Poema Luzídico 02)

Cai o dia à tardinha no horizonte
Pinta o céu de dourado o sol poente
Ao esconder-se por detrás do monte.

Nos meus olhos um brilho diferente
Quanta luz provinda dessa fonte
Agradecer é pouco a esse presente.

Pois antes que a primeira estrela aponte
Pinta o céu de dourado o sol poente
Ao esconder-se por detrás do monte.

Extasiante tarde ocasional
Divina é a providência natural

*Poema Luzídico é uma criação da poetisa Rosa Ambiance.
http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/4671078

* GRATO, LINDA INTERAÇÃO:

Essa tardinha no horizonte cresce
Faz a aurora nascente em outro monte
Vai acordando o oriente em prece...

Assim que a luz que emana dessa fonte
Faz uma ponte ao olhar que intumesce
Ao ver o sol dourar outro horizonte...

E no ocidente o sol que arrefece
Faz a aurora nascente em outro monte
Vai acordando o oriente em prece...

E ao se deitar na tarde ocasional
O sol não morre, acorda madrigal...
                    (André Luiz Pinheiro)
Kid verso
Enviado por Kid verso em 20/02/2014
Reeditado em 24/02/2014
Código do texto: T4698785
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Kid verso
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
1157 textos (58685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/21 21:47)
Kid verso