Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encantosia #078: Nas Entrelinhas

NAS ENTRELINHAS

O poeta não morre quando
dá seu último suspiro...

Ele jaz, morto, mesmo em vida,
quando cai no esquecimento,
quando perde o sentimento,
a atenção que lhe é devida
o respeito por sua lida,
em seu descontentamento.

Quando sua voz é silente,
sem eco, no limbo escorre,
vazio, em nada concorre,
nada lhe deixa contente.

Vive vestido em saudade,
de quando foi ou quando era,
iludido em vã quimera,
de sem lastro, por vaidade,
num surto de insanidade
de sonho que não prospera.

Introspetivo, isolado
de seus antigos leitores,
disperso de seus mentores
e tão mortal, desolado.

Anda por trilhos, por linhas,
Brilhando nas entrelinhas.

***
By: Bosco Esmeraldo
Alelos Esmeraldinus
Enviado por Alelos Esmeraldinus em 12/06/2018
Reeditado em 16/06/2018
Código do texto: T6362275
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alelos Esmeraldinus
Gama - Distrito Federal - Brasil, 67 anos
3613 textos (149641 leituras)
177 áudios (10643 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/18 12:16)
Alelos Esmeraldinus