Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PoeRima T

Tem uns dias em que escrevo
Terminei o poema? Não, não deu
Tema complexo, a palavra desapareceu
Tento amanhã, leio, releio e relevo

Tenho que evocar a inspiração
Tenho tantos verbetes em mente
Tudo fugiu me deixou na mão
Terminou me deixando inerte

Tic tac lá na sala me desperta
Traiu a inércia, neurônio despertou
Trouxe-me uma agenda completa
Termino agora o poema que morgou.

Todo poeta sente a dor da transpiração
Tolhido, sem poetar o vate não vive
Toma nos braços seu amigo violão
Toca mas não se afina, tudo etá em declive

Poerima é criação da poetisa Fernanda Xerez
dinapoetisadapaz
Enviado por dinapoetisadapaz em 03/03/2019
Reeditado em 01/12/2019
Código do texto: T6588820
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
dinapoetisadapaz
Cabedelo - Paraíba - Brasil
2204 textos (75401 leituras)
3 áudios (231 audições)
1 e-livros (31 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:27)
dinapoetisadapaz